Luciano Salles é quadrinista, ilustrador freelancer da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural Memento 832.
Autor das histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (em pré-venda no Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação Independente), L'Amour: 12 oz (2014, MINO) indicada ao 27º HQMIX, O Quarto Vivente (2013, Publicação Independente) indicada ao 26º HQMIX e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação Independente), indicada ao 27º HQMIX.

21.7.16

Batgirl (o primeiro desenho para a CCXP) + HQMIX + Rafael Grampá

Olá camarada, tudo bem?

Esse é um post um pouco longo e por isso dividi em tópicos. Vamos lá:

01. Batgirl

Essa Batgirl é o primeiro desenho de uma série de cinco que serão feitos especialmente para a Comic Con Experience. Quis fazer ela mais clássica porém atual com a série em quadrinhos e a nova reformulação visual. Até tentei fazer uma outra versão mais dark o que não rolou. Preferi assim.

Batgirl por Luciano Salles
Batgirl por Luciano Salles

No meu Twitter (@lucianosalles) tenho feitos algumas enquetes entre dois personagens para saber o que as pessoas mais gostariam de ver na minha mesa do evento. Há última enquete que fiz foi entre Dr. Strange e Harley Quinn. Apesar de poucos votos – sendo que 13 é um bom número – esse foi o resultado:



E assim vou direcionado os desenhos que vou fazer para o evento e sua participação me ajuda bastante. Vale lembrar que esses prints para a CCXP somente serão vendidos no evento, inclusive os originais!

Batgirl por Luciano Salles
Página original finalizada em nanquim. Batgirl por Luciano Salles


Batgirl por Luciano Salles
Sketch por Luciano Salles

02. HQMIX

Infelizmente, esse ano não fui selecionado para concorrer ao troféu HQMIX. Meus dois trabalhos anteriores foram indicados mas Limiar: Dark Matter não levou nenhuma indicação. Apesar de eu estar em dois livros que estão indicados ao prêmio – A caminho da Justiça, de Felipe Morcelli, Pablo Sarmento e Luiz Alberto Pereira e também Um cara que caiu do céu, de Charlles Lucena, gostaria de ver minha HQ ali concorrendo, mas enfim, não foi desta vez.

03. Rafael Grampá

Há algum tempo venho citando o Rafael Grampá nos posts aqui do blog e acho que chegou o momento de explicar o motivo e demonstrar minha gratidão. O Rafael tem me orientado bastante quanto aos meus trabalhos.

Conheci ele em 2010, em um evento no SESC Araraquara. A partir desta data começamos a conversar e tudo foi lentamente se intensificando. Hoje, uma grande admiração que eu tinha pelo trabalho fantástico dele ficou ainda maior pela generosidade do camarada. 

Como você pode saber, há poucos anos atrás, eu era um gerente de banco que no dia seguinte pediu demissão para fazer quadrinhos. Dessa forma, sei que pulei muitas etapas no que se refere ao desenho (e também roteiro) para viver de fazer meus quadrinhos. E é ai que as orientações do Grampá tem tido o valor de aulas de desenho que nunca tive. E posso deixar claro aqui que isso é um privilégio absurdo para mim!

Finalizando esse post gigante e votando ao item 01, espero que tenha gostado do resultado final da minha Batgirl. Por favor, deixe suas impressões, críticas e se quiser, alguma sugestão de desenho para a CCXP nos comentários.

Forte abraço!

Luciano Salles.