Luciano Salles é quadrinista, ilustrador freelancer da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural Memento 832.
Autor das histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (em pré-venda no Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação Independente), L'Amour: 12 oz (2014, MINO) indicada ao 27º HQMIX, O Quarto Vivente (2013, Publicação Independente) indicada ao 26º HQMIX e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação Independente), indicada ao 27º HQMIX.

27.1.14

Rise and Fall

Rise and Fall, por Luciano Salles
Olá, camarada. Tudo bem?

No evento da Gibiteria, no sábado passado, recebi dois convites incríveis! Em breve poderei falar! 

Por enquanto, fique com esse desenho e com a trilha sonora ideal.

Abraço.

Luciano Salles.















24.1.14

'Ícones dos Quadrinhos' em São Paulo : Sessão de Autógrafos!

Olá! Tudo bem?

Neste sábado, 25. 01. 2014, estarei em São Paulo, na Gibiteria, participando da Sessão de Autógrafos, do livro Ícones dos Quadrinhos.

Quer saber quem já está confirmado? Bom, vamos lá!


O evento vai funcionar com uma Mini Comic Con, onde os artistas levarão seus trabalhos autorais, sketchbooks e prints, além de autografar seu Ícones! Aliás, se ainda não tem o Ícones dos Quadrinhos, essa é a chance, pois o mesmo estará a venda no local.

'Banner Morphs Into Hulk'
Eu levarei meu novo print do Hulk, que o mestre Maiolo coloriu, além da minha HQ, O Quarto Vivente

Será um ótimo programa para este sábado. Se estiver em São Paulo, de um pulo na Praça Benedito Calixto, pois a Gibiteria fica bem em frente!

Até lá...

Abraço!

Luciano Salles.

21.1.14

Dimensão Limbo Loja Online!

O Quarto Vivente, muito bem acompanhado na
Biblioteca do SESC Ribeirão Preto - SP
Olá, camarada. Tudo bem?

No sábado, dia 25. 01. 2014, estarei em São Paulo, na Gibiteria, autografando o livro 'Ícones dos Quadrinhos'. O evento acontece das 14 às 19 horas e será como uma Mini Comic Con.

Os nomes confirmados são, Joe Prado, Rod Reis, Luciano Salles, Marcelo Costa, Magno Costa, Will, Mario Cau, Mauro Souza, Flávio Luiz, Cris Peter, Sam Hart, Eduardo Schaal, Breno Tamura, Bira Dantas, Daniel Werneck e Diógenes Neves. E isso, somente por enquanto!
Vários artistas com suas revistas, prints e tudo mais.

Eu, estarei lá com O Quarto Vivente e o novo print do Hulk!

Sim, Banner Morphs Into Hulk, desenhado por mim e colorido pelo mestre Marcelo Maiolo, estará a venda por R$ 20,00 e no formato A3.

E no mesmo dia 25, estréia aqui no bloguesaite, a Dimensão Limbo Loja Online, onde você poderá comprar minha HQ, meus prints e alguns originais.

Tudo em uma única página consolidada e fácil de manusear. É só ir adicionando ao carrinho e está feito!

Grande abraço.

Luciano Salles.

16.1.14

Banner Morphs Into Hulk

Banner Morphs Into Hulk, por Luciano Salles
Olá, camarada! Tudo certo?

É com uma baita honra que faço essa publicação!

Meu desenho Banner Morphs Into Hulk, recebeu essas deslumbrantes cores pelo fantástico Maiolo!

Para você que ainda não se ligou, Marcelo Maiolo é o cara responsável pela colorização do Green Arrow, publicado pela DC Comics.

Com certeza essa foi a primeira de muitas parcerias!

Dentro de alguns dia, vou abrir a venda desse print no formato A3, por R$ 20,00 mais a despesa de postagem.

E já no dia 25, estarei junto com um incrível time, autografando o livro Ícones dos Quadrinhos do amigo Ivan Freitas da Costa. O evento será na Gibiteria e com certeza, vou levar esse print no evento!

Quer uma dica? Essa é uma imperdível oportunidade de adquirir seu exemplar do livro com autógrafos de vários artistas!

É só ficar ligado aqui no Dimensão Limbo!

Baita abraço!

Luciano Salles.

13.1.14

Resenha de O Quarto Vivente, agora no Melhores do Mundo!

O Quarto Vivente, de Luciano Salles
Olá camarada. Tudo bem?

O Quarto Vivente recebeu mais uma resenha bem legal! Agora veio no Melhores do Mundo, pelo famigerado Poderoso Porco, que tive a honra de conhecer pessoalmente, no FIQ 2013.

O texto entrou no lote, Resenhas a granel: Títulos Independentes. Lá, também foram resenhadas, "Maki", "Contos do Vini", "Sequestro em três buracos", "Máquina Zero", "Feliz aniversário, minha amada", "Cara, eu sou legal!" e "As coisas que Cecília fez".

Como sempre, aqui você pode conferir a resenha completa que O Quarto Vivente recebeu, mas faço a sugestão que pule para o MDM, para ler as resenhas das demais citadas e conhecer essa galera que faz acontecer!

Aliás, se você não conhece o Melhores do Mundo, essa é a hora!



Baita abraço.

Luciano Salles.

Abaixo, breve explicação para o termo: Parangaricutirimirruaro.

Resenha: O Quarto Vivente
Por Poderoso Porco, em Janeiro 13, 2014.

O nosso >Parangaricutirimirruaro< Luciano Salles é um cara mais malandro que o gato: não sei se intencional ou acidentalmente, quando ele venceu o concurso de artes para o livrão Ícones dos Quadrinhos (onde uma caralhada de homenageavam ícones da história das HQ’s mundiais), muita gente se perguntou “Quem é Luciano Salles?”.

Ele não só se apresentou para o combate como sacou de debaixo do braço a desconcertante O Quarto Vivente. Desconcertante porque aborda um futuro distópico em que a Eurásia foi pro brejo e os cidadãos dos continentes foram acolhidos por outros países do mundo – a França passou a “existir” dentro do Brasil. O ano é 2177 e as mudanças globais geraram alterações na própria forma dos sujeitos apreenderem o mundo, nas formas de socialização e compartilhamento. A humanidade se tornou uma raça estranha, fria e distante uns dos outros (lembra bem os kriptonianos de John Bráine – inclusive nas roupas bizarras). Não há surpresa, não há encanto: só resta o estranhamento.

Salles, nosso >Parangaricutirimirruaro< dos óculos fodões, reforça isso alterando mesmo a linguagem dos personagens: há intervenções do francês, perturbações nos tempos verbais, neologismos. Esse estranhamento inclusive faz com que engrenar a leitura seja uma tarefa um tanto complexa de início – com o tempo se acostuma com o ritmo e a terminologia, mas começar é difícil. A arte do Salles tem uma pegada urbana, do grafitti, que combina bem com a trama. Só me incomodaram um pouco as cores, às vezes sintéticas demais.

Ah, e concordo com o Raphael Fernandes do Contraversão: O Quarto Vivente PRECISA ser lida mais de uma vez.

12.1.14

Desenho Entre Páginas.

Olá, camarada.

Entre as páginas do meu novo projeto em quadrinhos, sempre pego uma folha em branco para fazer um desenho que não tenha nada em relação com o trabalho que estou fazendo.

Uso esses desenhos para testar pincéis, texturas, tintas e outras coisas. Ontem, finalizei a terceira página de L'Amour e comecei a rabiscar um rosto.

Eis o psicopata que emergiu.

A versão final, colorida, foi pintada digitalmente. Abaixo, a versão preto e branco, com nanquim vermelho e, um pequeno vídeo do desenho, que postei no meu Instagram.

Forte abraço.

Luciano Salles















9.1.14

Resenha de 'O Quarto Vivente', por Alan Guedes!

O Quarto Vivente, de Luciano Salles.
'Rito de Graduação da Policiamável'
Olá, camarada! Tudo bem?

Acabou de sair mais uma resenha sobre a minha HQ, O Quarto Vivente. Agora, saiu no blog do Alan Guedes!

Logo abaixo, você confere na integra a resenha mas, fica o convite para conhecer o blog do camarada Alan!

No mais, meu foco agora é forte no meu novo trabalho: L'Amour.

Entretanto, ainda tenho muito pra trabalhar com O Quarto Vivente, que você pode adquiri por aqui mesmo e por somente R$ 20,00!

Grande abraço!

Luciano Salles






O Quarto Vivente
Por Alan Guedes, às 06:59

Ao ler pela primeira vez “O Quarto Vivente” eu tive a mesma sensação de quando eu terminei de assistir pela primeira vez “2001 – Uma Odisseia no Espaço”.

Você entenderá o que digo, quando também ler o gibi.

Mas, felizmente, não é só com referências à obra de Stanley Kubrick que o gibi bebe da fonte. Há referências a “1984” de George Orwell ali, um pouco de “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley aqui. E por aí vai.

Entretanto, uma boa história não se faz só com referências vomitadas na cara do leitor. A história tem que ter seu ponto de egocentrismo. Onde ela possa se destacar e diferenciar das quais, provavelmente as influenciou.

E o autor Luciano Salles fez isso muito bem. Ele (re) criou o mundo ao seu olhar e a sua forma de narrar à história. A primeira vista, pode-se aparecer um pouco estranha, confusa até. Mais, com alguns textos no meio do gibi e algumas releituras ou em apenas uma, você notará que Luciano fez um trabalho incrível.

O Quarto Vivente não é apenas uma leitura comum, é uma vivência. Você irá conhecer um pouco de todo esse mundo diatópico e singular, onde a Europa não existe mais. Os sobreviventes das hecatombes foram acolhidos fraternalmente pelos outros países. O Brasil adotou a França.

Com isso, tudo mundo. Cultura, costumes, a língua, política. TUDO mudou!

Sabe o egocentrismo que citei lá em cima? Então, no futuro de Luciano ele é o que move o mundo. O Ego. O EU.

O Acaso não existe mais. Tudo é controlado, até mesmo a gravidez. Os filhos agora são gerados geneticamente para serem seres perfeitos.  

Juliett-e Manon, a personagem da história é linda e intrigante e, que está disposta a se a riscar. Fugir dos padrões.

HUMPF...

Contar um pouco mais da história seria estragar o prazer da leitura e da descoberta de algo novo.
Essa é a primeira HQ de Luciano Salles com uma história longa, seu trabalho anterior foi o zine “Luzcia, a Dona do Boteco”, que infelizmente não tenho nenhum exemplar e também não li.

Outro ponto alto da HQ é sem dúvida a sua qualidade gráfica. Lombada quadrada, orelhas, verniz na capa e impressão de qualidade, é de dar inveja a muitas publicações feitas por editoras. Ah... Se eu não disse, digo agora, Quarto Vivente é uma publicação independente. Se quiser adquirir uma é só entrar em contato com o autor pelo seu site http://www.dimensaolimbo.com/.

E como ultimo elogio ao trabalho de Luciano, digo que além de ser mais um novo talento ao mercado independente de quadrinhos, ele é um dos poucos autores que ousam a pensar fora da caixa para contar suas histórias.

Seu desenho é lindo. Um traço limpo e desconcertante ao mesmo tempo. Suas formas e linhas são cheias de expressões e provocações.

Os olhos dos personagens são de impressionar. Hipnotiza se você ficar olhando por muito tempo.

As cores e a composição das páginas são outro ponto forte para a história. 

Fazia tempo em que não vi uma história original tão boa.

Não vejo a hora de ter em mãos o próximo trabalho de Luciano.

Memorize.

Finalize.

5.1.14

30º Troféu Angelo Agostini : Hoje é o último dia!

Angelo Agostini – 30º Troféu Angelo Agostini pela EQC – ESP
Olá, camarada! Tudo certo?

Hoje, dia 20. 01. 2014, é o último dia para votar no 30º Troféu Angelo Agostini. Concorro com minha HQ O Quarto Vivente, como melhor lançamento independente 2013.


Se você já leu O Quarto Vivente e acha merecedor do prêmio, ficaria demais de feliz com seu voto! 

Como também existe as categorias, melhor desenhista 2013 e melhor roteirista 2013, automaticamente concorro.

Abraço!

Luciano Salles.



Angelo Agostini – 30º Troféu Angelo Agostini pela EQC – ESP




Olá, camarada. Tudo bem?

Primeiro post de 2014 e já com um lance bem legal!

Foi aberta a votação do 30º Troféu Angelo Agostini, que elege os melhores trabalhos em quadrinhos e seus criadores, no ano de 2013.

Para votar é fácil.
É só acessar o blog da AQC – ESP ou, ir através deste link, diretamente até a cédula de votação.

Como lancei O Quarto Vivente em 2013, estou concorrendo ao prêmio!

Grande abraço!

Luciano Salles.