Luciano Salles é quadrinista, ilustrador freelancer da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural Memento 832.
Autor das histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (em pré-venda no Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação Independente), L'Amour: 12 oz (2014, MINO) indicada ao 27º HQMIX, O Quarto Vivente (2013, Publicação Independente) indicada ao 26º HQMIX e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação Independente), indicada ao 27º HQMIX.

4.6.15

Teaser de Limiar: Dark Matter

Teaser de Limiar: Dark Matter
Olá camarada, tudo certo?

Como prometido, aqui está o teaser de Limiar: Dark Matter, minha nova história em quadrinhos que será lançada no dia 12/10/2015.

Torço para que tenha gostado da imagem e a mesma instigado sua curiosidade!

Como pode ter percebido no teaser, as cores do quadrinho estão nas mãos do fantástico colorista Marcelo Maiolo, que hoje é responsável pelas cores nos títulos Batman Beyond para DC Comics, Old Man Logan para a Marvel Comics, Pacific Rim com Guillermo Del Toro para Legendary e é um dos autores de King para Amazon.

Mas do que se trata essa história em quadrinhos? De onde veio essa ideia? E qual o motivo por qual essa história encerra o arco aberto em O Quarto Vivente?

Sinopse de Limiar: Dark Matter
Amerício, Carino e Nádio, três amigos tentando quebrar uma ordem estabelecida entram por uma lendária porta em um processo de vingança que trará consequências que o universo conspira.

O que me levou a escrever essa nova HQ
Somos memória. Quando morremos nada mais somos do que apenas memória para aqueles que ficaram. Uma memória que se esvai, invariavelmente. Entretanto isso se aplica a tudo sendo incluido o universo.

Explico melhor.

Nosso corpo está em ordem quando, por exemplo, a idade – nosso fator comum – ou qualquer outro motivo o faz entrar em colapso e então caminhamos para deixar de existir. Com o universo é exatamente igual porém com uma projeção de tempo em bilhões de anos.

Hoje não notamos pois tudo parece estar estável (de certa forma) até que um evento, uma disfunção ou fagulha abra um novo princípio para a ordem entrar em colapso e mergulhar em um novo caos, que naturalmente se ajusta a uma nova ordem e assim, ciclicamente.

O caos procura naturalmente a ordem que naturalmente deseja o caos.

O motivo de Limiar: Dark Matter encerrar o arco aberto em O Quarto Vivente
Percebi isso quando terminei de escrever o roteiro da HQ.
Trabalhei com sensações humanas como o ego, o amor e a compaixão em sua forma pura tanto em O Quarto Vivente como em L'Amour: 12 oz. Limites, desejos e o acaso formalizado também foram enfatizados de uma forma ou de outra. Inconscientemente precisava retratar de outra maneira a busca incondicional que Juliett-e Mano-n (a jovem protagonista de O Quarto Vivente) faz.

A busca de Juliett-e é o que me motiva. É a roda do mundo. É o futuro e o amor dissipado. É a ruptura da última barreira. Assim com o boxeador (M) de L'Amour: 12 oz, que ama incondicionalmente para além do tempo cronológico, a frente do subjetivo futuro e que retrocede ao passado.

Encerro o arco em um desejo embutido na amizade de três pessoas, na vontade conjunta seja através do ódio ou do amor que conduz. Se através de catalisadores ou não, sua vontade é a mola propulsora que faz o universo tocar o próximo.

O ciclo se fecha para então ser aberto para o novo.

É isso camarada!
Espero que tenha gostado do teaser e faço o convite para seguir a página de Limiar: Dark Matter no Facebook e seguir o blog. Assim você não perde nada das atualizações que ainda estão por vir.

Muito obrigado.

Luciano Salles.