Luciano Salles é quadrinista, ilustrador freelancer da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural Memento 832.
Autor das histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (em pré-venda no Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação Independente), L'Amour: 12 oz (2014, MINO) indicada ao 27º HQMIX, O Quarto Vivente (2013, Publicação Independente) indicada ao 26º HQMIX e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação Independente), indicada ao 27º HQMIX.

13.5.16

Spidey – Estudando cenários

Spider–Man por Luciano Salles
Olá, tudo bem?

Há quase uns 40 dias atrás, um camarada e amigo me chamou em um conversa online. Através dela e por ele, cheguei a conclusão que deveria treinar a desenhar cenários. Por isso fiz aquele desenho da Ms. Marvel, depois fiz o Tiro no pé, um ilustração para a ZUPI e, agora, fiz esse Homem Aranha.

Confesso que estou praticando e ainda não cheguei nem em 80% da plasticidade que quero com os personagens interagindo com os cenários mas estou estudando. Acredito ser muito bom reconhecer falhas no seu desenho. É um processo de aprendizado e apaziguamento do ego.

Enquanto ia produzindo o desenho, conversamos online sobre o andamento. Foram algumas tentativas. Na minha primeira fiz um Aranha muito duro. Ele estava muito forte (sketch 1) e não estava nem um pouco "aracnídeo".

Então, fiz alguns rascunhos rápidos de algumas posições mais plásticas (sketch 2) para chegar onde queria. Fiquei com duas opções (sketch 3). 

Sketch 1 – Muito forte, nada aranha

Tenho mais dois camaradas, um quadrinista e outro colorista, que sempre mostro as versões finais. Sempre gosto da opinião sincera deles.

Enfim, sou grato aos três! Espero que você também tenha gostado do resultado final. Se quiser, deixe seu comentário por aqui. Com certeza responderei!

Um abraço.

Luciano Salles.








Sketch 3 – As duas opções
Sketch 2 – Melhor plasticidade