Luciano Salles é quadrinista, ilustrador freelancer da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural Memento 832.
Autor das Histórias em Quadrinhos Limiar: Dark Matter (2015, Publicação Independente), L'Amour: 12 oz (2014, MINO) indicada ao 27º HQMIX, O Quarto Vivente (2013, Publicação Independente) indicada ao 26º HQMIX e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação Independente), indicada ao 27º HQMIX.

21.8.15

Entrevista para o blog do Social Comics

Olá, tudo certo?

Respondi uma entrevista bem legal para o blog do Social Comics que é uma nova plataforma online de leitura em quadrinhos. Confira a conversa logo abaixo ou diretamente pelo blog do Social Comics.

Forte abraço!

Luciano Salles.







O Quarto Vivente no Social Comics!


O Quarto Vivente, do Luciano Salles, está no Social Comics! \o/
O autor independente lança uma história incrível e futurista sobre o mundo novo com o seu individualismo. Você vai conhecer o Brasil no ano de 2177, onde os países se juntaram a outras nações.
O quadrinho foi indicado ao 26º Troféu HQMIX, uma das premiações mais importantes dos quadrinhos brasileiros, nas categorias Publicação Independente Edição Única e Novo Talento Desenhista.
Capa de O Quarto Vivente
E para falar mais sobre o HQ e seu trabalho, batemos um papo com o Luciano, vem conferir:
Quando você descobriu a vocação para a 9° arte?
Luciano Salles: Eu sempre gostei de ler e de desenhar. Logo que me alfabetizei meus pais assinavam uma revista infantil (não consigo lembrar o nome) que trazia algumas pequenas histórias em quadrinhos. Logo após comecei a ler Turma da Mônica e a partir de então meu gosto pelos quadrinhos aflorou entretanto, sempre como leitor. Mas aos 37 anos entendi que deveria fazer o meu quadrinho. Foi então que lancei Luzcia, a Dona do Boteco.
Você sempre desenhou?
Luciano Salles: Sim. Minhas primeiras lembranças são desenhando. Desenho desde uns 4 ou 5 anos. Aliás acho que o desenho é nato nesta idade. Todos nos desenhamos. O problema é que nunca parei de fazer isso.
Qual foi o seu primeiro quadrinho?
Luciano Salles: Foi um da Turma da Mônica. E como um clássico colecionador que um dia fui, passei pelos quadrinhos dos super-heróis, procurei outras histórias até que encontrei o Garagem Hermética.
O seu traço é muito particular! Você teve influências? Poderia citar algumas delas?
Luciano Salles: Minha principal influência é Moebius. Assim que vi e li Garagem Hermética descobri que era exatamente daquele jeito que gostaria de desenhar. E então você tenta emular alguma coisa dos traço do seu ídolo e nunca fica nem parecido. Também sou grande fã do Mutarelli e penso que desta forma o meu traço se moldou. Como sempre desenhei todos os dias seu traço vai se apurando e tomando uma forma que seja mais confortável para se expressar.
A história de O Quarto Vivente é fantástico! Pode falar um pouco sobre?
Luciano Salles: O Quarto Vivente é minha segunda história em quadrinhos. O roteiro estava praticamente pronto quando eu fiz uma viagem e fiquei um mês fora. Desta viagem eu trouxe muita coisa que agregou ao roteiro como por exemplo, a França ter sido acolhida fraternalmente pelo Brasil.
É uma história carregada se simbologias e de vontades. Hoje percebo que muito do que está ali também representa um momento de enfermidade que passava na época em que escrevia e desenhava. Enfim, uma menina de quinze anos escolhe seu direcionamento de vida através de uma inseminação. A partir de então ela mergulha na sua opção. Acho ideal o pessoal acessar o site do Social Comics e começar a leitura antes que eu cometa a indelicadeza de soltar um spoiler, rs.
No que você está trabalhando atualmente?
Luciano Salles: Estou finalizando minha quarta HQ que se chama Limiar: Dark Matter e que será publicada de forma independente no dia 12 de outubro de 2015.


O que acha do mercado digital?
Luciano Salles: Ainda engatinha e essa é uma fase linda. Aliás, linda e necessária pois é onde se acertam e ajustam o que é o melhor para o leitor. A ideia do Social Comics me ganhou pela facilidade de navegação e pelo modo intuitivo que o site proporciona ao cliente/leitor. Se for pensar no case de sucesso Netflix, o Social Comics tem tudo para dar certo. Ainda existe o leitor que pode indagar que gosta da mídia impressa e tudo mais. Isso não impede em nada de o mesmo leitor assinar o canal pois o camarada pode ler o que estava interessando a ele e se realmente gostar comprar a edição física. 



Teremos mais obras do Luciano Salles no Social Comics?

Luciano Salles: Sim, é bem provável que sim. Estou experimentando a novidade com O Quarto Vivente mas confesso que o Social Comics ganhou minha atenção.
Para conhecer mais os trabalhos do Luciano, você pode acessar sua página no facebook e blog.
Fica ligado, estamos trazendo o melhor para vocês! 😉

Nenhum comentário:

Postar um comentário