Luciano Salles é quadrinista, ilustrador da Folha de S.Paulo e 1/3 da Produtora Cultural e Editora Memento 832.
Autor da histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (2017, Publicação independente/Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação independente), L’Amour: 12 oz (2014, Editora MINO), O Quarto Vivente (2013, Publicação independente) e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação independente).
Contato: lucianosalles@dimensaolimbo.com

17.12.12

Dilemas entre um traço e outro.

Onde fica o impacto visual de um desenho?

Onde se esconde a honestidade de um traço?

Na maioria das vezes gosto de detalhes nos meus desenhos. Vocês já devem ter percebido isso! Então,  dependendo do trabalho, posso demorar até 8 horas em uma única ilustração. Isso, desde o sketch a lápis até a última gota de tinta.

Mas, de vez em quando, faço um sketch de trinta segundos, pego direto uma caneta do tipo Chisel (uso Prismacolor chisel tip marker) e faço o mais rápido possível os traços. Esse Superman, por exemplo,  entre o lápis e a caneta gastei menos de um minuto e meio.

Lápis + Prismacolor chisel tip marker.

Hora das cores!

Nesse ícone pop não precisei escolher as cores, lógico! Usei dois tons de azul para o roupa e um vermelho para a capa. Um único amarelo para o cinto e o símbolo. Tempo gasto? Entre uma demão e outra, cinco minutos ao total.

Assim, gastei ao máximo uns sete minutos para fazer esse Clark Kent disfarçado não tão convencional. 

Cores com Prismacolor marker.
Mas um photoshop de fundinho...



É de foder os ventrículos!

Beijos e abraços!