Posts

Amor Plutônico por Luciano Salles
Amor Plutônico por Luciano Salles

Olá, tudo bem?

Ao entrar no Facebook, você percebe inúmeras discórdias, brigas, dualidades, ataques, compartilhamento de mentiras, indiretas, bloqueios, denuncias e uma polaridade jamais vista.
Penso que o mínimo poder que o Facebook e as redes sociais concedem, seja o suficiente para que – novamente – esse mínimo poder venha a tona com uma violência e ferocidade assustadora.
Agora imagine ser o presidente do país mais poderoso do mundo. O líder supremo de um outro país. O(A) presidente de uma grande empresa, ser um(a) grande lider

Amor Plutônico por Luciano Salles

religioso(a), o(a) presidente de um grande partido partido político. Imagine ser cantor(ra) de sucesso mundial. Consegue fazer esse exercício? Consegue dimensionar as escala de poder?

Se o poder de escrever o que quiser em uma rede social já causa tanto alvoroço, imagine ter o poder de construir e lançar mísseis nucleares.
Somos naturalmente egoístas e por consequência, devastadores. Basta uma diferença que não agrade para nossa ira emanar vociferando atrocidades e violência. 
A idade média é agora.

Foi um post pesado, mas queria fazer. Fique a vontade para deixar seus comentários, compartilhar a

Sketch porcão por Luciano Salles

imagem, o texto e o que mais desejar.

Muito obrigado as pessoas que ajudaram com minha dúvida quanto ao trocadilho do nome do desenho. Obrigado Érico Assis, Murilo Nunes e Rafael Miney.

Um abraço.
Luciano Salles.
Donald Trump por Luciano Salles
Donald Trump por Luciano Salles
Olá, tudo bem?
Há algumas semanas, comecei a seguir a conta do Twitter do 45º presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump.
Tenho estado atento na velocidade das informações e a forma como as coisas estão se impondo e, se sobrepondo.
Adianto que não tenho uma formação como antropólogo, sociólogo ou qualquer disciplina que estuda os comportamentos do homem e por isso, nunca emito opiniões em redes sociais sobre a polêmica da semana.
Tenho uma formação específica na área de exatas e trabalhei por anos dentro de instituições bancárias, sempre imerso em lógica, números e normas.
Usei os dois parágrafos anteriores para ratificar que não tenho embasamento nenhum sobre o comportamento do homem e da sociedade que habita o planeta. Escrevi tudo isso para dizer que a cada dia percebo que a ausência da culpa se consolidou. Seja de um internauta escolhido randomicamente ou um ditador sanguinolento.

Pense, leia somente um livro de cada vez e sem estar com a internet ligada ou em frente a TV. Escute um novo álbum musical lendo as letras e somente isso. Esteja no foco. Esteja atento. Esteja vivo.

Um grande abraço.

Luciano Salles.

Donald Trump por Luciano Salles
Donald Trump por Luciano Salles
Olá, tudo bem?
O que é o poder? Qual a intensidade provada deste que o faz desviar de conduta ou inclinar agudamente seu comportamento? A democrática internet fornece a dose mínima e letal deste fenômeno. O poder das mídias sociais é alguma coisa que me faz, por vezes, atônito. 
Claro que participo de redes sociais. Estou escrevendo no meu blog e depois disso compartilho o conteúdo nessas redes. Meu trabalho precisa disso. Vivo somente pela minha arte que preciso divulgar bem e de forma coordenada.
Mas voltando ao título do post, o comportamento do candidato Donald Trump a presidência dos Estados Unidos, por diversas vezes, me faz associar a prática de muitos (principalmente) no Facebook. O mínimo poder que a internet lhe concede para escrever o que quiser, seja com embasamento ou não, discutir e discutir e discutir sem tentar entender uma posição contrária, sem tentar aceitar que uma outra opinião se sobrepõe a sua é algo assustador. 
Donald Trump por Luciano Salles
Donald Trump por Luciano Salles

É o que chamo de Minis Napoleões.

São certeza concretas, amarradas e literalmente indestrutíveis. Outrossim, verdades indiscutíveis. E lentamente isso tem migrado e criado nichos estranhos e bizarros aqui na vida real. Essa nova doença, elevada a enésima potência, se materializa em uma imagem como a de Donald Trump.
Fique a vontade para deixar seu comentário sobre o desenho ou mesmo o texto. 
Um abraço!
Luciano Salles.