Posts

Minha MESA H01, sempre ao lado do amigo
Camilo e agora do seu irmão, Aldo Solano.

Olá. Tudo bem?

Cheguei em casa, em Araraquara, na segunda-feira, às 20h, depois de muito trabalho na CCXP e poucas horas de sono. Ainda tenho o dia de hoje para me recuperar pois amanhã já começo um trabalho com algumas ilustrações que ficarão bem legais mas isso fica para um próximo ¹post.
Antes do saldão de balanço, preciso agradecer as empresas que me apoiam, dão suporte e conforto para minha estadia e ida até a CCXP.
Muito obrigado Mônica e o Colégio Pueri Domus Araraquara! Sem vocês não conseguiria trabalhar com a tranquilidade e descanso necessários para atender tantos leitores da melhor forma possível. Muito obrigado Teresa e a Mondrian Ambiente e também ao Elio Lio e a World Game. Foi por vocês que trabalhar na mesa do evento foi muito, mas realmente muito mais fácil! Muito obrigado Marcella e ao espaço Shanti Yoga, onde aprendo a respirar, a viver o agora e não deixo meu corpo derreter flacidamente – durante todo ano – na minha mesa de trabalho. Valeu Piva, Cris e Portal Informática pela cadeira gamer absurdamente confortável (recomendo para qualquer desenhista essas cadeiras!). E muito obrigado Leandro e Visual Comunicação pelos incríveis banners.
Empresa parceiras, que entendem minha necessidade como artista e que aceitam minhas contrapartidas. Muito obrigado!

Para finalizar, muito obrigado a minha esposa, namorada, melhor amiga do mundo e também minha professora de Yoga, Lilian Penteado, que passou um frio danado, trabalhou pesado recebendo os leitores, cuidando das vendas e fazendo o caixa do evento com todo amor e carinho do mundo! E muito obrigado Ivan, por entender minha necessidades.

Já tenho uma ²postagem pronta sobre os apoios culturais e que ainda esse ano, disponibilizo aqui. Fique ligado!

Saldão de balanço.
Ter o privilégio de ser selecionado e estar em uma das mesas da CCXP é uma experiência incrível. É quando saio da minha toca interiorana para receber leitores e leitoras de todo Brasil, pessoas que gostam das minha HQ, desenhos, traço e também onde consigo apresentar meu trabalho para quem não conhecia meus quadrinhos.
No sentido comercial, é o evento onde faço o maior número de vendas e por consequência, tenho uma maior margem de lucro. Claro que não são somente vendas de quadrinhos pois incremento minha mesa com prints, venda de desenhos originais, sketches e sketchcovers.
Entenda que esse não é um evento somente de quadrinhos como, por exemplo, o Festival de Quadrinhos de Belo Horizonte ou somente, FIQ. Os quadrinhos na CCXP funcionam como o coração pulsante de tudo aquilo. É um evento que abrange toda cultura nerd, geek e o que mais a cultura pop engloba. Desta maneira, a convenção agrega o mais diverso público e isso também é contabilizado nas vendas da minha mesa.
Camarada Forlani ♥️
Foto por Lilian Penteado.

Amigos, camarada e colegas.

Cada vez tem se tornado mais difícil encontrar e conseguir conversar tranquilamente com outros autores. São sempre algumas poucas palavras em um encontro furtivo numa saída para ir ao banheiro ou comer algo. Peço desculpas se deixei de cumprimentar alguém que, por acaso, tenha cruzado pelo caminho.
Fico por aqui. Sei que foi um post breve e até superficial mas o cansaço está pegando. Os comentários estão abertos para você participar ativamente do blog e com certeza responderei.
Grande abraço.
Luciano Salles.

Gerações bem diferentes porém similares.
Foto por Marcelo Forlani.
Ivan de cosplay de Wolverine para não mostrar a cutis
cansada. Eu e a Lilian caímos nessa, ahahah!
Foto por Larissa Sartori.
Tranquilamente fumando minha caneta. Foto
por JP, do Melhores do Mundo.
Meditando no saco do Sansão.
Foto por Lilian Penteado.

Com Jeff f. King, meu novo amigo gringo,
que pediu um sketch em seu caderno
que tinha desenhos do Tim Sale, Jae Lee,
Bengal, Bill Sienkiewicz e agora meu!
Foto por Lilian Penteado.
Observando o tríceps do John Romita Jr,
com as mão para trás como forma de

respeito e admiração pela arte do camarada.
Foto por Lilian Penteado.

Minha esposa e eu, ambos cansados
(a foto mostro isso nitidamente) mas
felizes. Obrigado, namorada ♥️

Com o camarada Fernando Caruso, que levou o
Savage Dragon e é a única pessoa que conheço
que tem da edição nº 1 até a última lançada!
Foto por alguém.
Longo bate-papo antes da Spoiler Night com
Danilo Beyruth e Leo Finocchi.
Foto por Lilian Penteado.
Com o super cineasta Guilherme Bonini, o Luiz da
TARP Comunicação e o fantástico fotográfo Lucas Tannuri.
Essa foi a trupe responsável pela imagens da Loja da LUPO.
Foto por Lilian Penteado.
CCXP 2016: Minha MESA B1 e ao lado o gente boa Gustavo Borges

… e foi – como espalharam as hashtags – épico!

Olá, tudo bem?
É estranho começar um texto desta forma, com reticências, mas tinha que ser desta maneira. A terceira edição da Comic Con Experience acabou. Tive a honra de ter participado das três primeiras edições e se você produz quadrinhos no Brasil, tem que tentar sempre conseguir uma mesa no evento. É uma experiência única, com número únicos e intensidade única.
CCXP 2016: A alguns passos do palco do estande do NETFLIX

Esse ano (2016, para você que está lendo isso em um futuro distante) foi a consolidação e o firmamento do quanto o mercado de quadrinhos ainda tem espaço para crescer. Saio deste evento e só consigo perceber e enxergar isso. Está bem na nossa cara e somente temos que entender, reaprender e redescobrir, com o máximo respeito, os potenciais e vorazes leitores(as) ansiosos por boas histórias.
CCXP 2016

Todo o peso (muitos quilogramas!) em quadrinhos que trouxe de Araraquara foram embora. As 80 edições de O Quarto Vivente acabaram na manhã do domingo e o quase o mesmo com as outras 80 edições de Limiar: Dark Matter, que acabou ao final do dia. Tive que acionar e pedir socorro para o meu irmão Murilo que mora em São Paulo, onde sempre deixo dois pacotes lacrados das minhas publicações. Sem contar que a tiragem de L’Amour: 12 oz foi praticamente esgotada no evento. Desta forma levo para Araraquara as 3 últimas edições que a Editora MINO tinha e disponibilizou na minha MESA.

DICA? Minha Loja Online aqui no blog está com FRETE GRÁTIS!

Se participou do evento como expositor no Artists’ Alley, cosplay, visitante ou o que quer que seja, você pode pensar, lendo os três parágrafos acima, que tudo foi exatamente perfeito ou que sou um otimista aditivado por medicamentos.

Deixo claro: sempre procuro ver o melhor lado em tudo e em um evento deste porte, (acho que agora é a maior Comic Con do mundo, confere?) é claro que existem pontos e arestas para se dirimir e inúmeros detalhes que somente após o evento rolando é que aparecerão.

Minha MESA era a B1 e ficava localizada ao lado do palco do NETFLIX. Já imaginou o barulho? Se isso espantou prováveis pessoas que poderiam comprar minha HQ após uma breve conversa? Não sei responder isso. Mas sei que a partir do segundo dia comprei protetores auriculares que são vendidos em farmácias e usei até o final do evento. Havia o palco da bandas na outra extremidade de onde estava e o barulho se fez por todos os lugares. Mas o barulho não estava somente para mim. O som era alto no geral.

Um dos poucos momentos que conversamos

Acredito que o único ponto que poderia ser melhorado para os quadrinistas seria uma entrada de carga e descarga para isso. Carregamos muito peso e foi necessário levar e trazer tudo todos os dias. Então, se houvesse, um local especifico para nossa carga e descarga, aliviaria o fato de trasladar com mala e carrinhos lotados de revistas, subir escadas com esse peso e tudo mais.

Mas como um evento épico e em proporções épicas, encerro esses fatos também com certo bom humor e que serão transformados em futuras histórias para boas risadas.

Agora, entro em estado de imersão para a produção da minha nova história em quadrinhos. Diferente de todos o processo que fiz nos meus três últimos trabalhos, neste vou procurar um pouco mais de reclusão. Assim, pode ser que nos encontremos a partir do próximo ano par.

Deixo aqui o meu sincero agradecimento para você que se deslocou até minha mesa para comprar toda a trilogia ou apenas completa-la, adquirir os prints que fiz pensando no evento ou mesmo falar um oi, dar um abraço, um beijo ou mesmo que ainda apenas um aceno de mão no meio da multidão.

Tudo isso que faço não teria um motivo se no outro lado da ponta não houvesse você, o leitor e admirador também dos meus desenhos.

Agradeço também aos apoios culturais que recebi pois só assim consigo ir ao eventos: Escola Pueri Domus Araraquara e World Game! Muito obrigado a minha esposa master artista Lilian Penteado!

Fique a vontade para contribuir com suas opiniões e o que mais desejar nos comentários!

Muito obrigado do fundo do meu coração, um forte abraço e até 2018!

Luciano Salles.