Posts

memento 832: lançamento ‘o quarto vivente’ 

Luciano Salles, o Pirica, lança sua nova HQ “O Quarto Vivente”.


Em 2177, num Brasil rearranjado geopoliticamente, Juliett-e Manon faz sua escolha. É assim que Luciano Salles, com seu traço melancólico, revela o que está além do humano, das etnias, territórios, sexualidade.

Outra astúcia do autor é o texto, que foge da simples narração e cria uma linguaguem própria para a poesia doentia e bela de “O Quarto Vivente”.
Delicie-se.


A partir do dia 07 de junho, vc pode adquirir seu exemplar no estúdio da memento 832.

Dois eventos estão confirmados em junho _ dia 12 em Araraquara, na Mondrian Ambiente e dia 22 na Gibiteria de São Paulo.



Camaradas…
Sempre tenho vontade de desenhar robôs. E quando dá uma brecha….sai um.
Apresento ‘The Butcher’ e suas etapas.
Grande abraço a todos!

The Butcher.
The Butcher recebendo pintura com marcadores
Prismacolor.
Traços em nanquim.

Algumas vezes empolgo e embalo em um pequena série de desenhos.

Por exemplo essa, dos homens mais fortes do mundo…

Segue aqui o ‘Exterminador do Futuro’ ou Terminator (com o rosto do Nicolas Cage) e Billy Batson ou Capitão Marvel ou ainda, o poderoso SHAZAM!
Bom final de semana a todos!
Au revoir!
The strongest man in the world scares to death of Sarah Connor
 The strongest man in the world thinks Superman is a little girl
Camaradas, estava com muita vontade de desenhar o famoso personagem das bandas desenhadas ‘The Rocketeer’. Abandonei o cronograma dos trabalhos e parti para a diversão! Essa é uma das minhas versões com algumas etapas. 
Espero que curtam! 
Cheers!

Geralmente é assim que fazem. Usam do mundo para dominar o mundo. Onde isso é coerente?
Bom, sem ser um chato retórico, apresento meu último desenho que dei o nome de Mechanism. Foi elaborado sob encomenda. Assim como o Batman, cooled-water engine farei um baixo número de cópias em fine art papel 1oo% algodão 3oo gramas para a venda.
Mas isso é assunto para depois.
Mechanism

Rapeize, fiquei um pouco afastado mas voltei para atualizar esse blogue.
E como diz o nome da postagem com uma boa notícia e uma outra não tão boa assim.

Prefiro começar pela notícia que não é tão legal:

Primeira notícia:
Estou encontrando algumas dificuldades no roteiro do Piwl-Pa-Col que ainda não me satisfizeram. Tanto no enredo da história como na elaboração final do personagem. São pequenos detalhes mas que estão a me incomodar forte!
Mas, não significa que vou abandonar a história. Muito ao contrário. Encontrarei um boa saída. Com certeza vai melhorar e muito quando a banda desenhada estiver na mão dos leitores! 

Segunda notícia:
No meio desse quebra cabeça que estava com o enredo Piwl-Pa-Col, fui me preparar para fazer uma pequena viagem. Parei no posto de gasolina, completei o tanque e fui calibrar os pneus.
E não é que no primeiro pneu tive um insight ou uma forte intuição para uma outra história! Cheers! E já adianto: só estou esperando chegar o papel e as canetas que encomendei para começar a desenhar a história. Sim, um lindo roteiro está pronto, revisado e fechado!

Minha semana começa com essa postagem e muito trabalho no SESC Araraquara até o dia 1o.o8.2o12! Mas isso é para outro post…

Boa semana a todos!

Jeux olympiques salutations!
‘quando david lynch visitou um boteco e virou quadrinista brasileiro’
leia a materia toda por aqui!

essa é frase que abre a resenha feita pelo ‘saite’ contraversão sobre minha hq ‘luzcia, a dona do boteco’ que você pode comprar aqui.

bom, nem preciso dizer a felicidade imensa que estou neste momento, postando isso!

sempre fui mega disciplinado e de repente, como um lunático, larguei tudo para seguir somente com a minha arte. isso aos 37 anos de idade.

adendo: eu sempre li quadrinhos de todos os tipos e, quando me perguntam se fiz alguma faculdade de artes ou algum curso de desenho, digo que sou formado em moebius.
sim, isso mesmo, o grande jean girauld moebius. que suas paisagens o tenham!

e, a história dessa hq foi assim!
com mega disciplina e em duas semanas precisava mostrar meu trabalho para outro mestre que viria ao sesc araraquara para uma palestra.
leia na postagem piwl-pa-col sobre a visita de laerte coutinho de 14.o7.2o12.

enfim, sentei, escrevi o roteiro, desenhei, pintei, imprimi, grampei e finalizado o trabalho comecei a mostrá-lo.
lembro que os primeiros a conhecer meu trabalho foram o pessoal do pipoca e nanquim. sempre serei grato a esse caras. obrigado daniel lopes, alexandre callari, bruno zago e guilherme garcia, um dos fundadores e que hoje está em outros embalos logicamente envolto com hqs.

e assim está sendo minha nova vida como artista, ilustrador e quadrinista.

cheers motherfuckers!

‘trailer’ da hq ‘luzcia, a dona do boteco


ao som de bleach ‘nirvana’ 1992.
na postagem anterior escrevi o porquê lancei a hq ‘luzcia, a dona do boteco’ como debut antes da que realmente seria minha primeira hq. 
piwl-pa-col.
já tinha na cabeça o básico do personagem quando em uma manhã, fazendo café, esse nome veio e colou na minha testa: piwl-pa-col!
esse vai ser o nome do meu personagem! tinha tudo a ver independente desse nome não querer dizer nada. simplesmente gostei da sonoridade e o personagem nasceu para esse nome. ou o nome nasceu para esse personagem.
escrevi o roteiro, revisei e já o tinha finalizado. dessa maneira, comecei a desenhar as páginas. o trabalho estava ficando visualmente ótimo mas algo estava me incomodando. fiz sete páginas já prontas para receber minha arte final mas aconteceu a ‘luzcia’ – leia a postagem anterior clicando aqui – e, o piwl-pa-col foi interrompido na página sete.
fiz a ‘luzcia’ e montei toda logística de venda. com mais alguns trabalhos de ilustração encomendados, outros projetos que em breve coloco aqui, mais visitas a exposições em são paulo e outras adversidades, definitivamente interromperam o piwl-pa-col.
agora, finalizando todos esses projetos, conhecendo pessoas novas e trabalhos novos percebi que eu estava me limitando perante meu personagem. estava travando o piwl-pa-col em um formato que percebi que não o queria. resolvi enxugar o roteiro e tentar reduzir para, acredito, 27 páginas. no máximo 3o páginas.
não usaria cores mas agora usarei e por esse motivo, terei de trocar o papel que utilizava.
estava inconscientemente me limitando nos traços, fechando contornos…você conhecerão o piwl-pa-col e verão que eu tinha razão.
o piwl-pa-col não é daqui…
o piwl-pa-col parece ser mais forte do que eu que o criei?! lazarento…em off

bom, basicamente é isso.
já em agosto começo a reescrever o roteiro e torço para que até o final do ano tenha pelo menos todas as páginas prontas para a impressão seja ela independente ou por alguma editora.
abaixo alguns detalhes do que já estava desenhado…
grande abraço!
piwl-pa-col sketch
 mordedura. detalhe da página o7
 mordida lazarenta. detalhe da página o6
luta. página o5
 cruzado de direita. detalhe da página o4




rapeize! esse caras são parceiros!

se tem um lugar para vocês ter referências de um bom quadrinho para comprar ou um bom filme para assistir esse é o canal: pipoca e nanquim.

no videocast 125 os caras estão com um promoção onde sorteiam minha hq ‘luzcia, a dona do boteco’. basta seguir o twitter do pipoca e nanquim e o meu twitter para concorrer + um frase que está no site dos caras.


assista o videocast e concorra a minha hq!

125 – Das telas para os Quadrinhos (Pipoca e Nanquim) por pipocaenanquim no Videolog.tv.videos

rapeize, não tenho certeza mas, me corrija se esse crossover já ocorreu.
cheers!