Posts

Olá, tudo bem?
Tive a honra de participar do podcast imaginário nº 1, do camarada e também quadrinista, Leandro Damasceno. Deixo aqui o link direto para o podcast mas também o incorporo.

Espero que goste da conversa que fluiu por quadrinhos, trabalhos fora das HQ, pessoas travadas em porta giratória de banco, broa com café, quitandas e um pouco mais.

Agradeço mais uma vez ao Leandro Damasceno pelo convite.

Fico por aqui. Saiba que seu comentário é sempre muito bem vindo e será respondido.

Um abraço.

Luciano Salles.

Quadro de EUDAIMONIA, de Luciano Salles
Ola, bom dia.
Por vezes, recebo algumas resenhas esporádicas sobre meus trabalhos.
Eis que essa semana, fui marcado pelo Twitter em uma resenha narrada de forma peculiar. O autor, Lequinho, do site Pipe Bomb Wrestling Podcast, fez quase que um ensaio sobre as obras EUDAIMONIA e O Quarto Vivente, relacionando tudo isso a mim.
Foi um dos textos mais legais sobre meu trabalho e você pode conferir na integra pelo link https://goo.gl/87wG4Y

Você também pode lê-lo por aqui mesmo, ao final da postagem.

Seu comentário será sempre muito bem vindo, recebido e respondido.

Um abraço e fique com a resenha!

Luciano Salles.

Da Boca para Fora 3# – EUDAIMONIA, O Quarto Vivente e Luciano Salles
28 de agosto de 2018
, Lequinho, Colunas, Da Boca pra Fora

Esse escrito não é uma reportagem como a da última edição. Também não sei se é possível chama-lo de resenha. É um texto, e, tal qual as obras sobre as quais falarei hoje, ainda não compreendi totalmente.

A verdade é que a primeira vez que eu abri um quadrinho de Luciano Salles eu não entendi é porra nenhuma.

Foi na Quanta [Academia de Artes]. Eu estudava desenho e sempre antes das aulas (quando não chegava atrasado) pegava alguma coisa para ler. Neste dia o escolhido foi Limiar Dark Matter. Como você pode ver no título, caro leitor, não vamos falar dessa HQ hoje, em primeiro lugar por conta de minha parca memória e em segundo lugar… bom, acredito que introdução deixou as impressões bem claras. O fato é que, mesmo sem entender nada, algo daquilo ficou, alguma coisa daquelas linhas e daquele treco preto que o personagem engoliu, aquelas imagens ficaram guardadas, um tipo de sensação e identidade que eu relembraria no futuro.

Ele chegou.

Dois anos se passaram até eu ler, na qualidade completa que a palavra exige, uma HQ do artista e ex-bancario. Foi Eudaimonia, financiado via Catarse, publicado de maneira independente e distribuído através da produtora de Luciano, a Memento 832; adivinhe o que aconteceu quando eu li a obra pela primeira vez?
EUDAIMONIA

É uma história sobre um homem vestido de onça que se alia a uma idosa usuária de drogas para invadir um cafofo e lobotomizar um sujeito com nome de eletrodoméstico.

EUDAIMONIA

É uma HQ sobre a morte da alma, uma segunda chance, a busca pela felicidade e o cumprimento das tarefas; uma perseguição ao objetivo, aquilo que te completa.

EUDAIMONIA

Um gibi que traz vários canudos (de plástico, mas não esquente com isso, são imaginários) que se enfiam nos crânios de Kubrick, Gaspar Noé, Spike Jonze, David Lynch, Katsuhiro Otomo, Moebius, bifurcando em uma intravenosa conectada ao braço que desenhava este gibi de 32 páginas em preto e branco. Tem hachuras, retículas e pessoas extremamente bem desenhadas que parecem estar sendo constantemente oprimidas ao mesmo tempo que oprimem seu mundos internos, seus próprios ossos existência.

EUDAIMONIA

Foi oficialmente minha primeira leitura do Salles, porque, francamente, nenhuma primeira “primeira” leitura dele pode ser considerada. Seria como considerar um soco na cara sua primeira aula de educação física; é mais um choque, um acordão. Ele te joga na água (quente ou fria) que é aquele mundo e fala “nade”, enquanto você está sem boia, não dá pé e tem dois blocos de concreto amarrados aos tornozelos. É angustiante a descida, mas também é inevitável.

Foi uma felicidade ver que a edição vinha com um autografo muito bonito do autor, este que saí mostrando pela casa, inclusive para o meu avô. Ele folheou a revista e adorou, mostrando aqui e ali algum desenho.

“Olha esse aqui” dizia ele enquanto estava deitado no sofá. Aposto que ele entendeu tudo de primeira.

Na mesma semana que recebi EUDAIMONIA em minha vida, Luciano estaria lançando-a em um evento na escola de desenho supracitada. Fui lá.

Naquela noite comprei O Quarto Vivente e, como sinopse, recebi o final da história da boca do próprio escritor, que apontou para mim e completou “isso ai é spoiler para você, inclusive”. Se pararmos para pensar, já era ele mesmo que ia me contar tal acontecido, de uma forma ou de outra. E já que o próprio Luciano não liga para spoilers, vou presumir que você também não.

O Quarto Vivente.

É um gibi sobre uma garota que dá à luz a uma baleia.

Um mundo de muitas cores e emoções, de verbos em 3ª pessoa, de coisas que se espalham. Líquidos e palavras e sentimentos e fases da vida. É outra confusão completamente diferente de EUDAIMONIA. É um trabalho mais antigo, o que faz dele ao mesmo tempo mais novo pela inexperiência e mais velho pela idade. Um outro mundo, diferente do nosso, ainda que reconhecível; uma outra sociedade ao passo que é a mesma, problemas iguais. Entrando de cabeça ali é impossível saber para onde olhar, mas também dificilmente você irá fechar os olhos.

Foi bom pegar um dos primeiros trabalhos para ler logo após ter consumido o mais recente. A evolução ficou mais clara, tanto em diagramação, em pensar o produto e em escolhas estéticas, quanto no próprio traço, que apesar de já ser uma porrada (ou um chute, você que escolhe), foi ganhando mais e mais sustância com o tempo.

Ambos são gibis difíceis, muito mais sinestésicos do que cartesianos, então se você não gosta de não entender algo, é provável que torça o nariz.

E tudo bem.

Parece pouco saudável falar que se gosta ou não de algo simplesmente por não conseguir tirar uma conclusão sobre aquilo, tanto em ficção quanto na vida. O negócio com os gibis desse autor, pelo menos para mim, é que você entende tudo, se entende, pega as coisas e digere, mas no final não sabe disso. Da mesma forma que as vezes olha-se para um lado, para o outro e a vida simplesmente não faz sentido, ainda que seja totalmente coerente.

É bom, é ruim, é aquilo que está na página e o que está entre a página. Também é o que está em sua volta, por trás, nos livros, nos filmes, é um apanhado de coisas. Me desculpe por falar tantas vezes sobre o que as coisas SÃO e NÃO SÃO, mas nessa confusão toda e nesse turbilhão que existe nas obras do autor residente de Araraquara fica realmente complicado não se perder.

Sobre o autor? Na ocasião em que o conheci, além de ter sido muito atencioso, mostrou ser alguém de pensamentos muito digeridos e concretos, seja no que tange arte ou até mesmo seu modo de viver ou de seguir sua carreira. Luciano Salles é sóbrio, extremamente sóbrio, ele sabe o que está fazendo, mesmo que você não saiba o que está lendo. “Esse aqui é meu material de trabalho“ disse ele me mostrando o estojo. Talvez não tenham sido exatamente essas palavras, mas faz realmente um certo tempo (seis meses entre o evento narrado e a conclusão deste texto.)

Estou sem saber como arrematar tudo… então vou pelo caminho mais fácil: Durante a confecção desse texto, EUDAIMONIA foi indicada ao troféu HQMIX nas categorias “publicação independente de autor” e “publicação independente edição única”, além do desenhista, que concorre ao prêmio “desenhista nacional”. A entrega do troféu acontece no dia 16/09, as 17h no SESC Pompeia.

Salles também faz as ilustrações semanais da coluna de Daniel Furlan (grande craque) dentro da Folha de S. Paulo. Procure as obras, ache-as e, depois disso, procure mais um pouco ali dentro.

Obedeças para serdes feliz.
[Edição]: Olá, o promoção foi encerrada no dia 31/07/2018 e foi um sucesso! Obrigado a todos e todas que participaram, que ajudaram compartilhando pelas redes sociais ou mesmo no boca a boca.

Grande abraço e mais uma vez, muito obrigado!

Olá, tudo bem?

Como as vendas de quadrinhos estão devagar, decidi fazer uma promoção da pesada!
Comprando uma edição de Limiar: Dark Matter (2015, independente) você ganha uma edição de EUDAIMONIA (2017, independente/Catarse). Se já tiver EUDAIMONIA, que é meu lançamento mais recente, pode optar por ganhar meu outro quadrinho O Quarto Vivente.
O que achou da promoção? Gostou? Então é só seguir os passos abaixo:
01. Clique na imagem de Limiar: Dark Matter (logo abaixo) abaixo e será redirecionado para o site da AMAZON.
02. Bastar comprar somente a edição de Limiar: Dark Matter por R$35,00 + frete do site e me informar qual outra HQ deseja ganhar (se nada for informado, enviarei uma edição de EUDAIMONIA)
03. Você pode comunicar sua escolha pelo próprio site, no momento da compra, ou ainda enviando um e-mail para lucianosalles@dimensaolimbo.com

Garanta agora suas duas HQ (clique na imagem) comprando apenas uma!

 Curiosidade: Sabia que essa HQ foi colorida pelo Marcelo Maiolo?! ♥️

Você pode escolher
EUDAIMONIA

Ou, pode escolher,
O Quarto Vivente
















OBSERVAÇÕES:
– Essa promoção tem duração até dia 31/07/2018 para compras feitas até às 23h59min59seg.
– Todas as edições serão enviadas autografadas com dedicatória e um desenho na própria revista.
– Sabia que essa HQ que vai comprar (Limiar: Dark Matter)foi utilizada em sala de aula pelo curso de Psicologia da Universidade Federal de Pelotas? Entenda como pelo link: https://goo.gl/XbRw7t

Espero que tenha gostado da promoção! Se ainda tiver alguma dúvida, é só inseri-la logo abaixo no comentários que respondo rapidamente.

Ah! Esse é o vídeo que fiz para o lançamento de Limiar: Dark Matter.

Um abraço.

Luciano Salles.

Olá camarada, tudo bem?
Ainda no clima pós Comic Con Experience e pré festas de final de ano, lanço a promoção da Trilogia Fechada com Frete Grátis ou incluso, como preferir!
O preço cheio das histórias em quadrinhos são R$ 20,00 por O Quarto Vivente, R$ 37,00 por L’Amour: 12 oz e R$ 35,00 por Limiar: Dark Matter.
Você paga esses R$ 92,00 pelas três revistas sendo que o frete foi diluído nos três álbuns. Isso mesmo! Você adquire todo arco com O Quarto Vivente, L’Amour: 12 oz e Limiar: Dark Matter e ainda recebe de graça, no endereço que preferir e com todas as revistas autografadas.

Quer presentear alguém?

Essa é uma boa oportunidade para aproveitar e dar quadrinhos de presente.

                 

Muito obrigado e um grande abraço!

Luciano Salles.

Olá camarada, tudo bem?
A Comic Con Experience praticamente está ai!
Sendo assim, esse post contém exatamente tudo o que apresentarei na MESA 47, que é onde estou localizado no Artists’ Alley. Vamos lá!
Quadrinhos

Limiar: Dark Matter – R$ 35,00
Com lançamento em 12/11/2015 e publicada de forma independente, conta a história de vingança de três amigos sendo que um deles não está vivo. E, através de uma lendária porta buscam a execução da trama.
Formato A4, capa em papel DUODESIGN 300g/m² com verniz de reserva e lombada quadrada. Tem miolo impresso em 50 páginas de papel couchê 130g/m² e é toda colorida pelo Marcelo Maiolo.







Se quiser saber mais sobre Limiar: Dark Matter, acabou de sair no canal do Pipoca e Nanquim um bom bate-papo com camarada o Daniel Lopes. É esse vídeo logo abaixo. Confira!

L’Amour: 12 oz – R$ 37,00
Lançada em 05/11/2014, L’Amour: 12 oz é a primeira publicação da Editora MINO.  Conta a história de amor de um antigo pugilista em relação ao tempo.
Formato A4, capa em papel Cartão 350g/m² com verniz de reserva e lombada quadrada. Tem miolo impresso em 66 páginas de papel couchê 150g/m² e é toda colorida pelo Marcelo Maiolo.
Indicada em 2015 ao Troféu HQMIX nas categorias Desenhista Nacional e Publicação Especial Nacional.
O Quarto Vivente – R$ 20,00
Lançada em 12/06/2013 de forma independente, O Quarto Vivente abre o arco que se encerra com Limiar: Dark Matter. Conta a história de Juliett-e, uma garota de 15 anos que decide mudar os rumos, em um futuro distópico, de forma irreversível.
Formato A4, capa em papel DUODESIGN 350g/m² com verniz de reserva e lombada quadrada. Tem miolo impresso em 46 páginas de papel couchê 150g/m². Toda em cores.
Indicada em 2014 ao Troféu HQMIX nas categorias Novo Talento – Desenhista e Publicação Independente Edição Única.






Prints


Uncle Grandpa – R$ 20,00
Print impresso em formato A3 e gramatura 220g/m².
Apenas 20 unidades!



Batman Vs Superman – R$ 20,00
Print impresso em formato A3 e gramatura 220g/m².
Apenas 30 unidades!
Demolidor & Jack Murdock – R$ 20,00
Print impresso em formato A3 e gramatura 220g/m².
Apenas 20 unidades!
Originais
Levarei algumas páginas originais de Limiar: Dark Matter e L’Amour: 12 oz. Se tiver preferencia por alguma, entre em contatopelo e-mail luciano@dimensaolimbo.com

Original Batman Vs Superman
Arte finalizada em nanquim sobre papel Windsor & Newton 250g/m², no formato A3.

Seja rápido, compre agora e retire na CCXP! Tudo através do e-mail luciano@dimensaolimbo.com

Original Daredevil & Battlin’ Jack
Arte finalizada em nanquim sobre papel Windsor & Newton 250g/m², no formato A3.

Seja rápido, compre agora e retire na CCXP! Tudo através do e-mail luciano@dimensaolimbo.com












Tintin

Arte finalizada em nanquim sobre papel Windsor & Newton 250g/m², no formato A3.

Seja rápido, compre agora e retire na CCXP! Tudo através do e-mail luciano@dimensaolimbo.com










Além dos itens, no sábado, dia 5/12, estarei das 16h30 às 17h30 no estande do Social Comics, autografando Limiar: Dark Matter.

Minha ida a CCXP só foi possível graças aos parceiros Mondrian Ambiente, World Game e Visual Comunicação. Muito obrigado Teresa e Bela, Leo e Lico!

Grande abraço!

Luciano Salles.

Olá camarada, tudo bem?

De 3 a 6 de dezembro acontece em SP, no Centro de exposições São Paulo EXPO, a segunda edição da – já fantástica – Comic Con Experience ou, simplesmente, CCXP. Tenho a honra de também, pelo segundo ano, estar lá, alocado na MESA 47 do artists’ alley.

Ir ao evento só se fez possível através do apoio cultural e incondicional da Mondrian Ambiente, que também pelo segundo ano consecutivo me apoia com a hospedagem para o evento (muito obrigado Teresa e Bela por confiarem a acreditarem no meu trabalho). E também conto com o fenomenal apoio da World Game, do amigo Leo, que também pelo segundo ano faz parte do acontecimento. Valeu fenomenal!

Ainda vou publicar uma nova postagem antes do evento com o que levarei mas já adianto que além dos meus três quadrinhos, levarei prints especialmente feito para a CCXP, os originais destes prints e algumas páginas originais da minha nova HQ Limiar: Dark Matter e da anterior L’Amour: 12 oz.

Assim, fique atento a nova atualização pois aqui estarão todos os itens e talvez já disponibilize botões para a compra antecipada dos originais. Comprando pelo site você consegue parcelar e retira com toda segurança no evento. Combinado?

Dia 27/11 subo os itens em um novo post.

Grande abraço.

Luciano Salles

Olá, tudo certo?
Respondi uma entrevista bem legal para o blog do Social Comics que é uma nova plataforma online de leitura em quadrinhos. Confira a conversa logo abaixo ou diretamente pelo blog do Social Comics.
Forte abraço!
Luciano Salles.

O Quarto Vivente no Social Comics!

O Quarto Vivente, do Luciano Salles, está no Social Comics! o/
O autor independente lança uma história incrível e futurista sobre o mundo novo com o seu individualismo. Você vai conhecer o Brasil no ano de 2177, onde os países se juntaram a outras nações.
O quadrinho foi indicado ao 26º Troféu HQMIX, uma das premiações mais importantes dos quadrinhos brasileiros, nas categorias Publicação Independente Edição Única e Novo Talento Desenhista.
Capa de O Quarto Vivente
E para falar mais sobre o HQ e seu trabalho, batemos um papo com o Luciano, vem conferir:
Quando você descobriu a vocação para a 9° arte?
Luciano Salles: Eu sempre gostei de ler e de desenhar. Logo que me alfabetizei meus pais assinavam uma revista infantil (não consigo lembrar o nome) que trazia algumas pequenas histórias em quadrinhos. Logo após comecei a ler Turma da Mônica e a partir de então meu gosto pelos quadrinhos aflorou entretanto, sempre como leitor. Mas aos 37 anos entendi que deveria fazer o meu quadrinho. Foi então que lancei Luzcia, a Dona do Boteco.
Você sempre desenhou?
Luciano Salles: Sim. Minhas primeiras lembranças são desenhando. Desenho desde uns 4 ou 5 anos. Aliás acho que o desenho é nato nesta idade. Todos nos desenhamos. O problema é que nunca parei de fazer isso.
Qual foi o seu primeiro quadrinho?
Luciano Salles: Foi um da Turma da Mônica. E como um clássico colecionador que um dia fui, passei pelos quadrinhos dos super-heróis, procurei outras histórias até que encontrei o Garagem Hermética.
O seu traço é muito particular! Você teve influências? Poderia citar algumas delas?
Luciano Salles: Minha principal influência é Moebius. Assim que vi e li Garagem Hermética descobri que era exatamente daquele jeito que gostaria de desenhar. E então você tenta emular alguma coisa dos traço do seu ídolo e nunca fica nem parecido. Também sou grande fã do Mutarelli e penso que desta forma o meu traço se moldou. Como sempre desenhei todos os dias seu traço vai se apurando e tomando uma forma que seja mais confortável para se expressar.
A história de O Quarto Vivente é fantástico! Pode falar um pouco sobre?
Luciano Salles: O Quarto Vivente é minha segunda história em quadrinhos. O roteiro estava praticamente pronto quando eu fiz uma viagem e fiquei um mês fora. Desta viagem eu trouxe muita coisa que agregou ao roteiro como por exemplo, a França ter sido acolhida fraternalmente pelo Brasil.
É uma história carregada se simbologias e de vontades. Hoje percebo que muito do que está ali também representa um momento de enfermidade que passava na época em que escrevia e desenhava. Enfim, uma menina de quinze anos escolhe seu direcionamento de vida através de uma inseminação. A partir de então ela mergulha na sua opção. Acho ideal o pessoal acessar o site do Social Comics e começar a leitura antes que eu cometa a indelicadeza de soltar um spoiler, rs.
No que você está trabalhando atualmente?
Luciano Salles: Estou finalizando minha quarta HQ que se chama Limiar: Dark Matter e que será publicada de forma independente no dia 12 de outubro de 2015.


O que acha do mercado digital?

Luciano Salles: Ainda engatinha e essa é uma fase linda. Aliás, linda e necessária pois é onde se acertam e ajustam o que é o melhor para o leitor. A ideia do Social Comics me ganhou pela facilidade de navegação e pelo modo intuitivo que o site proporciona ao cliente/leitor. Se for pensar no case de sucesso Netflix, o Social Comics tem tudo para dar certo. Ainda existe o leitor que pode indagar que gosta da mídia impressa e tudo mais. Isso não impede em nada de o mesmo leitor assinar o canal pois o camarada pode ler o que estava interessando a ele e se realmente gostar comprar a edição física. 


Teremos mais obras do Luciano Salles no Social Comics?

Luciano Salles: Sim, é bem provável que sim. Estou experimentando a novidade com O Quarto Vivente mas confesso que o Social Comics ganhou minha atenção.
Para conhecer mais os trabalhos do Luciano, você pode acessar sua página no facebook e blog.
Fica ligado, estamos trazendo o melhor para vocês! ?
Olá camarada, tudo bem?
Novas plataformas online de leitura para quadrinhos tem surgido. Aplicativos e sites procurando o melhor para o leitor. Entre essas, o Social Comics com sua organização me ganhou e disponibilizei para leitura minha HQ Quarto Vivente.
Este é meu segundo trabalho em quadrinhos lançado em 12 de Agosto de 2013 e que em 2014 concorreu ao 26º Troféus HQMIX como Publicação Independente Edição Única e eu como Novo Talento – Desenhista.
Tenho muito carinho por essa revista pois foi ela que me inseriu no universo dos profissionais que produzem quadrinhos Brasil. Ela até ganhou uma Análise e Interpretação em uma pauta que está alocado no site do Pipoca e Nanquim. Leia esse texto aqui!
Assim, se você não tem O Quarto Vivente, faça sua leitura no Social Comics e se gostar pode garantir seu exemplar autografado diretamente pela Loja Online aqui mesmo do blog.
Grande abraço!
Luciano Salles
Print do Tintin
Olá camarada, tudo certo?
Entre os dias 16 e 19 de julho estarei em São Paulo para dois eventos:
Bate-papo com os autores e editores da MINO (dia 16/07/2015 pontualmente às 19h na Gibiteria)
21º Fest Comix (17/07/2015 a 19/7/2015)
No bate-papo acompanho os autores Diego Sanchez, Pedro Cobiaco, Shiko, os editores Lauro e Jana Larsen com a intermediação do Lielson Zeni.
Para o Fest Comix estou pensando em levar para vender prints do Tintin e talvez o print do teaser da minha nova HQ Limiar: Dark Matter. Além dos prints, estarei com minhas HQ O Quarto Vivente, L’Amour: 12 oz e um alguns desenhos originais.
Print do teaser de Limiar: Dark Matter
Estarei no estande da MINO junto de todos os artistas da editora ou seja, estarei junto do icônico Mike Deodato, Pedro Cobiaco, Shiko e Diego Sanchez.
Se já tem O Quarto Vivente e L’Amour: 12 oz apareça lá para eu rabiscar sua revista! Se ainda não tem nenhuma das duas fica o convite de uma excelente oportunidade para conhecer todo o catálogo da editora MINO.
Tenho certeza que vai ser demais!
Espero você lá.
Grande abraço!
Luciano Salles.

Olá camarada, tudo bem?

Sou um dos artistas convidados para o 21º Fest Comix que acontece entre 17 e 19 de Julho, no São Paulo EXPO.

O Fest Comix é a maior e mais tradicional feira de quadrinhos do Brasil organizada pela Comix.

É uma baita honra ser convidado para este evento e ressalto que estarei presente no estande da editora MINO.

Leve lá sua edição de L’Amour: 12 oz para eu dar aquela rabiscada ou então garanta sua edição ali mesmo!

Grande abraço.

Luciano Salles.