Posts

Oi, tudo bem?
Se você acompanha o blog, já sabe que ilustrei a coluna do Daniel Furlan de agosto e 2018 até março 2019. A notícia de não continuar a desenhando para a coluna foi, com certeza, uma notícia triste para mim.
Continuo ilustrando para a Folha de S.Paulo e agora estou desenvolvendo um novo trabalho (e um grande desafio pessoal) para o jornal.
Enfim, seguem as ilustrações de fevereiro e março de 2019 para a coluna da Ilustrada.
Ilustrações para o jornal Folha de S.Paulo
Ilustrações para o jornal Folha de S.Paulo
Fico por aqui.
Um grande abraço!
Luciano Salles.
Ilustração para o Especial Vestibular da Folha de São Paulo.
Foto por Thea Torlashi Severino

Olá camarada, tudo bem?

Hoje foi publicado o ESPECIAL VESTIBULAR No Meio do Ano, um caderno da Folha de São Paulo e que tive a honra em fazer a ilustração para a capa. Fiz duas versões. Uma colorida e outra de acordo com o pedido pela editora do Jornal, como se tudo fosse desenhado com uma caneta esferográfica preta. 
O processo é sempre o mesmo. Faço um “rafe” básico e porcão do que será a ilustração (Sketch 01 – lá no final do post) e, aprovado pela edição do jornal, vou para o desenho final.

Nessa ilustração, especificamente, acabei trabalhando em etapas. No inicio havia um balão de texto para cada “Válvula de Conhecimento” plugada na cabeça do vestibulando.

(Imagem 01): Ilustração para o caderno Vestibular da
Folha de São Paulo por Luciano Salles.
Versão Colorida.

Até então, o desenho trabalhava com um fundo em branco como gosto de fazer. Entretanto todos os balões não seriam mais usados e as ranhuras da mesa começaram a brigar com o fundo em branco.

Por uma boa sugestão da edição do Jornal, decidimos inserir um cenário mínimo  que fiz como o ambiente de estudo do vestibulando. Com essa alteração, enviei dois arquivo para o Jornal. Uma imagem do estudante sem nenhum balão (Imagem 01) e outra somente dos balões para a diagramação ajustar de acordo com a manchete e textos do caderno.

No final tudo deu certo.

Sempre, contando com um provável plano B, trabalho com uma versão colorida e que também disponibilizei aqui (Imagem 02). Isso é uma prática minha pois tenho a possibilidade de treinar o trabalho de colorir e, em qualquer surpresa pela velocidade que a redação do jornal vive, ter o arquivo pronto em mãos.

(Imagem 2): Ilustração para o caderno Vestibular da
Folha de São Paulo por Luciano Salles. “Plano B”.

Na imagem 03, você confere o desenho sem o fundo ou cenário e com todos os balões de texto, ainda com base na primeira ideia que fechamos para a edição ou seja, fundo branco.

E para encerrar a postagem, você pode conferir o  rápido rascunho porcão (Sketch 01 que citei no começo do post) que envio para aprovação da ilustração.

É isso. O blog está aberto para receber seu comentário que com certeza será respondido rapidão.

Um abraço!

Luciano Salles.

(Imagem 03): O desenho ainda sem o cenário e com
um balão de texto para cada “Válvula de Conhecimento”.

(Sketch 01): O desenho sempre é pensado antes
de qualquer traço. Então faço um rápido rascunho
(rápido mesmo, menos de 2 minutos)
para aprovação do Jornal.

Olá, tudo bem?
Fui selecionado para o XXIII Salão Internacional de Desenho para a Imprensa, que acontece em Porto Alegre na Galeria dos Arcos e Galeria Iberê Camargo.
Fiz minha inscrição pois meu camarada e amigo Brum, chargista da Tribuna do Norte (Natal – RN), me avisou do Salão. Como ilustro para a Folha de São Paulo desde 2015, achei que poderia enviar alguns trabalhos e deu certo!
Abaixo estão as ilustrações que foram publicadas na Folha e que enviei para o processo seletivo do Salão.
Grande abraço!
Luciano Salles.
Momento Olímpico com Rodrigo Pessoa
Momento Olímpico com Sandra Pires
Quadrão Coalizão 
Momento Olímpico com Edwin Moses

Adicionar legenda

Ilustração Luciano Salles
Olá, tudo bem?
Neste domingo ilustrei o caderno de Ciência + Saúde da Folha de São Paulo. Uma pauta com desenhos espaciais me agrada.
Aquele sketch podre que sempre faço ficou praticamente o mesmo da arte finalizada. Se você acompanha o blog sabe que geralmente não é assim. Coloquei o desenho integral aqui também. Na página do jornal, por motivo da edição e espaço, a lua não entrou. 
Confira como ficou e fique livre para comentar.
Um abraço.
Luciano Salles.
Ilustração para Folha de São Paulo
por Luciano Salles
Rascunho das ideias por Luciano Salles
Edwin Moses por Luciano Salles
Edwin Moses por Luciano Salles
Folha de São Paulo, 31/01/2016
Olá camarada, tudo bem com você?
Neste domingo, no jornal Folha de São Paulo e, mais especificamente dentro do caderno de esportes, ilustro o especial Meu Momento Olímpico com o ex-atleta norte-americano Edwin Moses, a lenda viva dos 400 metros com barreiras.
O legal de fazer esses trabalhos é que sempre procuro estudar a pauta que tenho que desenhar e não somente procurar por fotos do atleta para saber como é o rosto dele, seu corpo ou sua vestimenta na competição (neste caso foram as Olimpíadas de Los Angeles, 1984).
E pesquisando sobre Moses aprendi que o mito formou-se em Física e em Engenharia Industrial na Morehouse College enquanto competia por sua universidade dentro da equipe de atletismo. Entre os atletas do time tinha o apelido de “homem biônico” devido sua disciplina nos treinamentos e um outro detalhe muito especial que caracterizou sua vida de atleta. Ele precisava de apenas 13 (treze) passadas entre uma barreira e seu posterior obstáculo enquanto todos os demais atletas usam 14 (quatorze) passadas.
Logo abaixo coloquei os meus sketches e o arquivo escaneado em PB e uma foto com a matéria no jornal.
É isso! Um forte abraço.

Luciano Salles.

O primeiro sketch ou ideia
eu sempre abandono
Aqui já tinha uma ideia do seria. Como é
uma ilustração para o jornal preferi retratar
o que o atleta praticava.

Lápis pronto para receber a arte-final
Edwin Moses por Luciano Salles
Arquivo escaneado

Jornal Folha de São Paulo de 31/01/2016

Popeye por Luciano Salles
Olá, tudo firmeza?
Ano novo e perspectivas novas. É sempre assim e sempre será. E desta forma recebo, com imenso agrado, perguntas via mensagens, e-mails, whatsapp e pessoalmente, se irei publicar nesse ano de 2016 uma nova história em quadrinhos, o que estou produzindo, se estou com ou sem editora, …
Acho legal demais tudo isso. Sendo assim, decidi escrever esse post.
On y va!
1. Em 2016 eu não vou publicar nenhuma história em quadrinhos. Em 2017? Talvez.
2. Decidi inserir essa pausa pois senti que é o momento para isso. Preciso dissecar esse momento, o mercado, as premiações, minhas perspectivas, minha saúde, eventos e tudo mais que envolve o famigerado mercado nacional das HQ.
3. Preciso me afastar um pouco e ver tudo por uma percepção estratosférica. Ter clareza das coisas que me permeiam e da mesma forma, apreciar minha responsabilidade com tudo isso.
4. Confesso que em 2015 me surpreendi muito com o mercadejo e ao mesmo tempo, me desencantei.
5. Sim, eu tenho novas histórias para contar.
6. Continuo a desenhar todos os dias e quero focar 2016 e 2017 em trabalhos com ilustração e commissions, algo que gosto muito de fazer.
7. Como agora tenho o arco ou a trilogia fechada, é o momento de trabalhar esse pacote!
Se quiser deixar sua pergunta, pode fazer logo abaixo nos comentários pelo blog mesmo ou pelo puglin do Facebook que respondo tudo rapidinho.
Grande abraço!
Luciano Salles.
Luciano Salles arte, Luciano Salles art, Luciano Salles desenhos
Meu momento olímpico de Rodrigo Pessoa por Luciano Salles

Olá camarada, tudo bem?

2016 é ano de Olimpíadas. O jornal Folha de São Paulo está com um especial chamado Meu momento olímpicoque começou a ser publicado em 9 de agosto de 2015. Neste domingo, Rodrigo Pessoa, nosso maior medalhista e representante brasileiro do hipismo no mundo, fez seu depoimento e fui convidado para ilustrar a pauta. 
Pessoa conta que seu grande momento olímpico foi a conquista da medalha de bronze por equipe em Atlanta – 1996, nos Estados Unidos. Ali, naquele momento, ele não podia cometer falta alguma sendo o último cavaleiro da equipe a se apresentar. E assim, zerando a prova o Brasil, ganhou sua primeira medalha olímpica na categoria. Leia todo texto aqui.
Como já disse em algumas postagem atrás, gosto de trabalhar com ilustração. É onde sinto uma tranquila liberdade em poder expandir meu traço seja ora mais realísticos ou mesmo mais cartunesco. Foi o caso aqui.
Agradeço o convite e a confiança que a Folha de São Paulo tem depositado no meu trabalho. 
Grande abraço.
Luciano Salles.
Fui convidado para fazer o Quadrão desta segunda-feira – 04/01/2016 – para a Ilustrada, caderno de cultura da Folha de São Paulo
Como sempre, enfiar uma micro–história em um espacinho é sempre um desafio para mim. Mas como nossa Brasília nos presenteia diariamente com quilos de mirabolantes acontecimentos, pensei no famoso e falido esquema que vivemos que é um governo por coalizões incongruentes.
O legal de tudo isso é que desde fevereiro ou março de 2015 estou ilustrando como freela para a Folha e gosto dessa parceria.
Fecho assim o primeiro post de 2016.
Valeu camarada!
Luciano Salles.
Ilustração para Meu Momento Olímpico, com Sandra Pires
para o jornal Folha de São Paulo. Por Luciano Salles.
Olá camarada, tudo bem?
No final de setembro recebi o convite da Folha de São Paulo para ilustrar Meu Momento Olímpico, pauta especial para as olimpíadas do Rio 2016.

Entre a entrega das cores da minha nova HQ pelo Marcelo Maiolo, arquivos PDFs trocados por e-mail com Daniel Lopes Audaci Junior e, acertos finais com a gráfica, produzi este desenho.

Rascunho ainda sem a viseira que na versão final, deixou
por caracterizar melhor o esporte. Por Luciano Salles.

Quando recebi o texto da pauta, escrito pela atleta Sandra Pires, um trecho específico se destacou:

“Eu sabia que a prata não significava nada. A Jacque queria o ouro. Ela sabia que era o momento da vida dela. Eu era mais jovem, poderia passar por outras Olimpíadas, como aconteceu. Fiquei tensa com a responsabilidade de ter que ganhar o ouro para ela. Para mim também, mas ela só pensava nisso”.
Espero que tenha curtido e fique a vontade para  se inscrever no blog e deixar seu comentário por aqui.
Um grande abraço!
Luciano Salles.
Página completa da Folha de São Paulo
de 24/09/2015.
Olá camarada, tudo bem?
Na noite de segunda-feira, a editora da Folha de São Paulo entrou em contato para ilustrar o Caderno de Ciências. É sempre muito legal fazer ilustrações, entretanto não seria um desenho.
Eu receberia um texto – meio que roteirizado – e, a partir dele deveria desenvolver uma narrativa gráfica sequencial, ou seja, fazer tudo em forma de quadrinhos, ou seja, o trabalho ficou ainda mais legal. Só tinha que esperar meu e-mail apitar com o arquivo.
A pauta chegou à 1h da madrugada de terça-feira e o deadline seria na quarta-feira às 15h. Analisando todo conteúdo do texto, de caráter científico e com muitas informações técnicas, percebi que seria trabalho para umas boas dez páginas de uma revista em quadrinhos. Eu tinha apenas um espaço de 30 x 13cm e outro de 27 x 19cm!

Enfim, com o deadline fixado e o tempo correndo, era hora de pensar mais do que propriamente desenhar. Consegui entregar exatamente às 15h05min da quarta-feira. Na tampa!


Espero que tenha gostado do resultado final e este é o link da Folha para a matéria: Cientistas descrevem decapitação mais antiga das Américas, de 9.000 anos.

Logo abaixo somente as imagens das ilustrações e o ‘rafe tosqueira’.
Um grande abraço!
Luciano Salles.
Bwii, o camarada mineirinho decapitado há 9.000 anos e localizado
no que é hoje o município de Matozinhos, a 50km de BH.
Por Luciano Salles

Bwii e sua sina, por Luciano Salles.
‘Rafe tosqueira’ que comentei no texto.
Por Luciano Salles.