Posts

Edwin Moses por Luciano Salles
Edwin Moses por Luciano Salles
Folha de São Paulo, 31/01/2016
Olá camarada, tudo bem com você?
Neste domingo, no jornal Folha de São Paulo e, mais especificamente dentro do caderno de esportes, ilustro o especial Meu Momento Olímpico com o ex-atleta norte-americano Edwin Moses, a lenda viva dos 400 metros com barreiras.
O legal de fazer esses trabalhos é que sempre procuro estudar a pauta que tenho que desenhar e não somente procurar por fotos do atleta para saber como é o rosto dele, seu corpo ou sua vestimenta na competição (neste caso foram as Olimpíadas de Los Angeles, 1984).
E pesquisando sobre Moses aprendi que o mito formou-se em Física e em Engenharia Industrial na Morehouse College enquanto competia por sua universidade dentro da equipe de atletismo. Entre os atletas do time tinha o apelido de “homem biônico” devido sua disciplina nos treinamentos e um outro detalhe muito especial que caracterizou sua vida de atleta. Ele precisava de apenas 13 (treze) passadas entre uma barreira e seu posterior obstáculo enquanto todos os demais atletas usam 14 (quatorze) passadas.
Logo abaixo coloquei os meus sketches e o arquivo escaneado em PB e uma foto com a matéria no jornal.
É isso! Um forte abraço.

Luciano Salles.

O primeiro sketch ou ideia
eu sempre abandono
Aqui já tinha uma ideia do seria. Como é
uma ilustração para o jornal preferi retratar
o que o atleta praticava.

Lápis pronto para receber a arte-final
Edwin Moses por Luciano Salles
Arquivo escaneado

Jornal Folha de São Paulo de 31/01/2016

Luciano Salles arte, Luciano Salles art, Luciano Salles desenhos
Meu momento olímpico de Rodrigo Pessoa por Luciano Salles

Olá camarada, tudo bem?

2016 é ano de Olimpíadas. O jornal Folha de São Paulo está com um especial chamado Meu momento olímpicoque começou a ser publicado em 9 de agosto de 2015. Neste domingo, Rodrigo Pessoa, nosso maior medalhista e representante brasileiro do hipismo no mundo, fez seu depoimento e fui convidado para ilustrar a pauta. 
Pessoa conta que seu grande momento olímpico foi a conquista da medalha de bronze por equipe em Atlanta – 1996, nos Estados Unidos. Ali, naquele momento, ele não podia cometer falta alguma sendo o último cavaleiro da equipe a se apresentar. E assim, zerando a prova o Brasil, ganhou sua primeira medalha olímpica na categoria. Leia todo texto aqui.
Como já disse em algumas postagem atrás, gosto de trabalhar com ilustração. É onde sinto uma tranquila liberdade em poder expandir meu traço seja ora mais realísticos ou mesmo mais cartunesco. Foi o caso aqui.
Agradeço o convite e a confiança que a Folha de São Paulo tem depositado no meu trabalho. 
Grande abraço.
Luciano Salles.