Posts

Mulher-Maravilha por Luciano Salles em 2016
Olá. Tudo bem?

O nome do post ficou estranho com tantos termos em inglês porém necessário, e até comum, para os que mais visitam meu blog. Se você não está habituado com histórias em quadrinhos e cultura pop, explico.

– Commission é um termo inglês cuja tradução imediata seria comissão, que por sua vez, significa “aquilo que alguém foi incumbido de”.

– Wonder Woman é o nome em inglês da icônica personagem, Mulher-Maravilha.

Template é outro termos em inglês que significa, modelo.

Trazendo para nossa língua portuguesa o nome da postagem seria: Encomenda de uma arte exclusiva da Mulher-Maravilha e mudança do modelo base padrão do meu blog.

MUDANÇA DE TEMPLATE
Hoje vou alterar o template que uso desde 2012 no meu blog. O motivo da troca é que agora o usarei um template responsivo e assim, ficará melhor adaptável e responsivo ao uso em celulares, tablets e computadores.

Já fiz todos os testes necessários e logo perceberá que o blog mudará. A alteração completa deve durar uma semana pois vou atualizando um pouco por dia e, ao final da troca, tudo ficará melhor e com as mesmas funcionalidades.

COMMISSION: WONDER WOMAN
Hoje começo a pensar, pensar e pensar para depois rascunhar a Mulher-Maravilha que recebi como encomenda. Quando tiver o trabalho pronto faço uma postagem especial sobre esse arte com imagens desde o primeiro rascunho, vídeos até chegar na arte finalizada.

É bem provável que essa arte vire um print exclusivo para ser vendido na Comic Com Experience 2019.

Seu comentário é sempre muito bem vindo!

Um abraço.

Luciano Salles.

Sorteio SUPER COMBO
Ontem lancei um sorteio na minha conta do Instagram com dois super combos idênticos:
– EUDAIMONIA (um exemplar);
– Limiar: Dark Matter (um exemplar);
– O Quarto Vivente (um exemplar);
– Print do Superman (tamanho A4 em comemoração aos 80 anos do personagem);
– Print do Batman (tamanho A4 em comemoração aos 80 anos do personagem).
Para concorrer as regras são: seguir minha conta no Instagram, curtir a postagem – link: http://bit.ly/2XKoQH0 – e marcar um amigo ou amiga nos comentários. O sorteio acontecerá no dia 17/06 às 18h.
O ano de 2019 tem sido o ano onde mais trabalhei com ilustrações e commissions. Não posso reclamar de forma alguma dessa demanda, porém, com certeza, atrasa a produção do meu trabalho com quadrinho.
Fiz alguns trabalhos vendidos para o exterior, outros muitos dentro do nosso país, sem contar o meu trabalho semanal na Folha de S.Paulo. Todos os trabalhos para o jornal você pode conferir em um espaço próprio, com botão próprio e sempre atualizado. Deixo aqui o link para você acessar essa página: http://bit.ly/2MJZx6D
Commission: Nino & Rebeka
É isso. Um breve atualização para você, leitor do blog.
Um grande abraço!
Luciano Salles.

Commission enviada para fora do país

Commission por Luciano Salles
Olá, tudo bem?
No meio de fevereiro recebi um pedido de commission (termo utilizado para a encomenda e compra de um trabalho original e exclusivo), de um cidadão norte-americano que reside especificamente no estado da California.
Todos os processo formais formam feitos, fiz o desenho com o tema que ele queria e enviei para o endereço indicado.
O comprador recebeu o trabalho e de forma educada e pragmática como os americanos são, disse que amou o desenho mas enfatizou estar um pouco confuso quanto ao tamanho do trabalho. 
ELE TINHA RAZÃO! Eu recebi a encomenda em formato A3 e, simplesmente, fiz a arte no formato A4. Não sei o que me levou a isso! Onde eu estava com minha cabeça durante todo o tempo que fiz o desenho? Por qual motivo não revisei nossas trocas de mensagens antes de confirmar o tamanho da encomenda?
Sinceramente? Não sei…
Fui educado pelos meus pais a assumir qualquer erro que tivesse cometido e vou confessar que errei muito! Se errou, assuma, diziam eles. Faça um sincero pedido de desculpas e repare o erro o quanto antes.
Foi o que fiz. Pedi desculpas pelo ocorrido. Expliquei que não entendi o que me motivou a fazer o desenho no tamanho errado e que estava claro que a arte deveria ser em tamanho A3. Aliás, um detalhe importante: eu cobrei o valor por uma arte no tamanho A4 então estou ciente também do prejuízo financeiro que terei (meu tempo desenhando, o custo da postagem, papel, tintas, embalagem e correios).
Entretanto erros acontecem e hoje começo o novo desenho para o californiano e que tanto aprecia meus trabalhos.
Um adendo: enfatizo que a instituição financeira que trabalhei, principalmente onde comecei (Banco Real), tinha uma política de que erros acontecem, devem ser entendidos, não repetidos e reparados de forma rápida e sem custos para o cliente.
Retrabalho é chato mas estou fazendo como se fosse a primeira encomenda. Aliás, vou fazer um desenho totalmente diferente do que está ilustrando o post.
E você? Já errou “gostoso” assim?
Deixe suas cagadas nos comentários e vamos nos consolando…
Um abraço.
Luciano Salles.
Homem-Aranha por Luciano Salles
Sketch cover CCXP17 por Luciano Salles
Olá, tudo bem?
Durante a Comic Con Experience 2017, algumas pessoas me pediram para fazer sketch cover. Durante o evento eu não faço mas sempre dou a opção para a pessoa entregar sua revista pois trago para meu estúdio em Araraquara e depois devolvo com a arte pronta, via SEDEX. Confesso que perco muitas oportunidades de fazer esses trabalhos com essa condição que imponho, entretanto, consigo fazer um trabalho melhor elaborado pelo valor cobrado. Acho justo com a pessoa que está confiando sua revista para uma capa exclusiva.
No segundo dia do evento, um camarada chegou até minha mesa para que eu fizesse um Spider-Man em sua revista com a capa imaculada de branca. Expliquei as condições do parágrafo anterior e combinamos que ele deixaria comigo no dia seguinte. Naquela loucura que é a CCXP, não lembrei que receberia a revista e de fato não recebi.
No dia 29 de dezembro de 2017, recebi um e-mail de um camarada chamado Giovanni. No corpo da mensagem ele explicava que não havia deixado o sketch cover comigo pois havia “caído” de bicicleta e passado por uma cirurgia.

Observação: cair de bicicleta é uma coisa, como deixei claro para o camarada na troca de e-mails que você confere na imagem.

Trecho da troca de e-mail com o ciclista acidentado
O mais legal foi a ideia dele para a arte: um Homem-Aranha com o braço direito quebrado. O mesmo que ele tinha quebrado. Nem preciso dizer que adorei a ideia!
Demolidor por Luciano Salles
Demolidor por Luciano Salles
O Daredevil é resultado das recompensas do Catarse de EUDAIMONIA, minha nova história em quadrinhos que foi publicada e lançada em dezembro de 2017. A recompensa era limitada em 5 apoios e o financiador levava uma arte original em tamanho A4.
Neste desenho eu quis testar o trabalho com as cores chapadas, sem sombreamento, luzes, texturas e o que mais se faz para colorir. Gostei do resultado final.
É isso!
Um abraço.
Luciano Salles
Lambordream por Luciano Salles
Olá, tudo bem?
Antes de mais nada, se o termo commission não soou familiar, explico: o vocábulo em inglês commission é utilizado para a encomenda de um desenho originai a pedido de determinada pessoa. Geralmente a pessoa gosta do traço de um artista e quer ver seu pedido com essas características.
Feito essa breve explanação, recebi a solicitação de uma destas encomendas para uma criança de nove  (9) anos. Geralmente as commissions que faço são sempre personagens das histórias em quadrinhos.
Original: Lambordream por Luciano Salles
A tia deste menino que adora velocidade, jogos de corridas e carrões potentes, me procurou para fazer o desenho para ele. Achei demais tudo isso e aceitei fazer o trabalho. Perguntei para a tia se ela sabia ou já tinha ouvido falar de algum destes “carrões” que ele tanto gosta. Não titubeou em me dizer: Lamborghini
Sketch podrão: Lambordream por Luciano Salles
Já de posse das informações que precisava, o desenho animado O fantástico mundo de Bobby veio poluindo minha cabeça com todas aquelas viagens e percepções infantis do protagonista. Bom, o desenho que faria seria para alguém de nove anos e deveria me conter para que o desenho, realmente fosse, para uma criança desta idade.
De praxe, fiz a arte-final em nanquim com uma leve aguada da mesma tinta, mais duas cópias em cores.
Se desejar ter um desenho original, aqui está a página COMMISSIONS do blog, destinada exatamente para isso, com os preços e todos os demais detalhes sobre sua encomenda e os demais procedimentos ?
Finalizando e como sempre, fique a vontade para qualquer pergunta, dúvida ou comentários.

Um abraço.

Luciano Salles.
Luciano Salles arte, Luciano Salles art, Luciano Salles desenhos
Iron Fist por Luciano Salles
Olá, tudo certo?
Em 2016 quero me dedicar as ilustrações.
Entre elas estou incluindo as conhecidas commissions ou encomendas de arte original. Esse Iron fist ou “Punho de ferro” foi a primeira encomenda do ano. Gostei do resultado e como sempre, demoro mais para pintar e descobrir como fazer as coisas no esquema tentativa e erro, do que desenhar. Mas gosto deste processo.
Coloquei o sketch ou rascunho inicial e mais alguns processos.
Espero que tenha gostado e fique sabendo que você pode ter sua arte exclusiva.
Grande abraço.
Luciano Salles.

Um vídeo publicado por Luciano Salles (@lucianosalles) em

Sketch

Olá, camarada. Tudo bem?

Já conferiu a entrevista que concedi ao blog Quadrinhosfera? Se não, aqui você pode ir direto para o blog do Luan Zuchi e ler a entrevista.

Se preferir, toda pauta está logo abaixo!
Grande abraço.
Luciano Salles.

Quadrinhosfera, orgulhosamente, entrevista: Luciano Salles!

Compartilhe este post:

Facebook Twitter Google

Quase todos que visitam a Quadrinhosfera conhecem o Luciano, afinal, desde seu primeiro trabalho na área dos quadrinhos ele é assunto por aqui, pelo simples motivo do cara ser, extremamente, talentoso. 


Após o sucesso de O Quarto Vivente, agora ele está trabalhando em L’Amour: 12 oz seu novo projeto. Porém, mesmo com o tempo curto ele não negou uma ilustração do Comandante Key(personagem da webcomic que está sendo publicada na Quadrinhosfera, com roteiros do Luciano Ribeiro e com as minhas ilustrações), por encontrar este tempinho na sua agenda: Muito obrigado Salles.

E o Luciano Salles ainda topou uma entrevista, que você confere em seguida:
Luan Zuchi (Quadrinhosfera) – Bem vindo à Quadrinhosfera, Luciano Salles! 
Depois de O Quarto Vivente você realmente se estabeleceu  no cenário dos quadrinhos autorais. Na sua visão, existe, realmente, um mercado diferente surgindo no Brasil? Estaríamos às portas de um mercado, verdadeiramente, nacional de quadrinhos?
Luciano Salles – Acredito nisso. Depois de O Quarto Vivente, tenho sido convidado por algumas instituições para falar da minha trajetória como quadrinista, que aliás, é bem curta. O fato de me convidarem é para falar o que ando fazendo e como ando fazendo, para conseguir viver pelos quadrinhos.


O número de lançamentos nacionais que temos por mês no Brasil está cada vez aumentando. Hoje temos um mercado horizontal no âmbito vendas, mas cada vez maior de títulos autorais. Então, o autores nacionais estão percebendo que o importante é apostar na sua obra, colocar tudo no papel, buscar um financiamento coletivo, uma impressão por conta própria e fazer o trabalho. As editoras também estão percebendo que o mercado está se transmutando.

Acredito muito no faça você mesmo.

Luan (Quadrinhosfera) – Para o pessoal que ainda não está sabendo do teu novo projeto: poderia resumir o conceito de ‘L’Amour: 12 oz’?

Luciano Salles – ‘L’Amour: 12 oz’ é minha nova história em quadrinhos e que ainda estou desenhando. Ao mesmo tempo, está recebendo as cores pelo incrível camarada, Marcelo Maiolo!

Estou fazendo com o maior carinho e tomando cuidado, em cada linha que traço, em cada texto e em cada composição para que o leitor que comprar a revista, leve para sua casa algo que realmente o faça sentir algo pelo álbum e pela história.
Agora, uma breve sinopse do que está por vir é esse texto, que tenho utilizado para teaser e outros:

‘A precisão do tempo não se curva as exigências de um sincero amor. Seja qual for ou haja o que houver, você o fará. Você tem o tempo a seu favor. Você tem o controle do início ao fim.’
Luan (Quadrinhosfera) – Com o sucesso de O Quarto Vivente, L’Amour já foi sondada por alguma editora?

Luciano Salles – Sim. E tudo leva a crer que esse será o caminho.

Luan (Quadrinhosfera) – Agora aquela pergunta de sempre: como é sua rotina de trabalho e que material usa na produção das suas páginas?


Luciano Salles – Faço o que tenho que fazer independente de horários. Entretanto, sou mega CDF! Enquanto estou produzindo minha nova HQ, trabalho por horas e horas até o cansaço me pegar. Tenho sempre minha metas focadas e odeio quebrar meus cronogramas. Acho que por minha formação específica e por ter trabalhado muito tempo em uma instituição bancária e inclusive como gestor de pessoas, me acostumei (o que para os quadrinhos é ótimo) a sempre estabelecer o que vou entregar, com data e prazos.
Deadlines são deadlines. Prazos são prazos.

De material uso basicamente nanquim. Faço um lápis bem fraco, simples, sem muitos detalhes e venho com nanquim e pincel arte finalizando. No caso do Comandante Key, usei nanquim, uma aguada com o próprio nanquim e as cores no Photoshop.


Luan (Quadrinhosfera) – Sei que você estará presente no Comic Con Experience; em quais outros eventos você tem intenção de participar em 2014?

Luciano Salles – Já fui no Festcomix, mas apenas um dia. Não tinha mesa nem nada. Fiz um bate e volta para São Paulo, com apenas uns prints na mochila e minha HQ, O Quarto Vivente. Acabei vendendo alguns exemplares, prints, revendo amigos e conhecendo pessoalmente muitos outros.
Agora tenho que estudar o lance da ‘Brasil Comic Con’. Essa ainda não sei com vou fazer. Meus prazos para L’Amour: 12 oz estão justinhos, então é para se pensar. 

Luan (Quadrinhosfera) – Falando sobre a ilustração do Comandante Key: eu gostaria de dizer que foi o momento que mais me senti feliz como artista até agora, ver o personagem que o Luciano Ribeiro idealizou e que eu criei graficamente, sendo reinterpretado por você (que é um dos meus grandes ídolos) foi emocionante. Vi que usou uma técnica diferente nela. Poderia falar um pouco sobre a criação da ilustração? 
Luciano Salles – Sim. Até citei acima. Decidi utilizar um técnica de aguada, que na real, foi a primeira vez que fiz para valer. Apenas dilui o nanquim em vários tons e fiz os volumes. Achei que ficou legal!

Luan (Quadrinhosfera) – Agora coloco a Quadrinhosfera à sua disposição pra falar o que quiser: alguma coisa que queira contar e não lhe foi perguntado; mandar recado pra mãe, pro pai e pra Xuxa, enfim qualquer coisa. 
Luciano Salles – Gostaria de agradecer você e a Quadrinhosfera por me apoiarem desde quando larguei tudo para viver pelos quadrinhos. Muito obrigado! Cheers!!!

Luan (Quadrinhosfera) – Obrigado pela atenção e pela ilustração. Sucesso, Camarada!

E por fim, a ilustração (colorida) que o Luciano Salles fez do Comandante Key:


Saint George by Luciano Salles
Olá camarada. Tudo certo?
Algumas vezes recebo pedidos de commissions que divergem do mundo dos quadrinhos ou da cultura pop.
Eis aqui um exemplo: São Jorge.
O mais legal é que esse trabalho originou um novo pedido com o mesmo tema, ou seja, a figura icônica do santo aniquilando o dragão. Logo devo entregar esse novo trabalho e assim que puder apresento para você.
E devo confessar: Adoro temas peculiares além do mundo das HQs!
Abraço grande.
Luciano Salles.
WIP : The Bird & The God Of The Sun.
Olá, camarada. Tudo certo?
Tenho trabalhado bastante na divulgação da minha nova HQ. E o legal é que as coisas estão indo bem demais!
Todavia, esse não é um post sobre O Quarto Vivente e sim, sobre o desenho que estou fazendo e decide colocar um pequeno pedaço aqui.
Nomeei a ilustração como The Bird & The God Of The Sun. É um desenho que há tempos estava pensando em fazer.
Espero em breve mostrar o trabalho finalizado.
Forte abraço!
Luciano Salles.