Posts

Ilustração para a coluna do Contardo Calligaris para o jornal Folha de S.Paulo
Print da Folha de S.Paulo online
Olá, tudo bem com você?
Durante 8 meses ilustrei a coluna do Daniel Furlan na Folha de S.Paulo. Depois desse tempo, a minha super editora fez o convite para uma nova parceria com o dramaturgo, escritor e psicanalista, Contardo Calligaris.
Fiquei encantado com o convite por vários motivos: já fui assinante da Folha do S.Paulo (quando nem em sonho imaginava trabalhar profissionalmente com meus desenhos) e uma das colunas que lia era a dele; por inúmeras vezes ouvi o Contardo falando na TV, dando entrevistas ou conduzindo algumas aulas em outros momentos e sempre como um ouvinte atento as palavras deste italiano radicado no Brasil há duas décadas.
Dois parágrafos foram necessários para a abertura deste post intitulado Bacante; Fiquei entorpecido quando recebi o texto (ainda bruto) do Contardo. Quase como um ensaio, as palavras fluem por assuntos que, de tal modo, tudo se encaixa e, por vezes, uma segunda leitura (no meu caso) se faz necessária.
A ilustração emanou a partir desta segunda passada de olhos pelo texto. O desenho tinha que ter 4 (quatro) tranças sendo puxadas sem que o leitor não tenha a visão de quem as estirava. Além disso, precisava distorcer muito a imagem que faria. Queria o limite da dor no prazer ou do prazer na dor.

Sketch “podrera”
Pé da minha esposa Lilian como referência

Enquanto pensava na ilustração, recebi um e-mail do Contardo, onde anexava um arquivo em .PDF com algumas imagens de uma exposição com telas da artista Regina Parra. Lendo o e-mail (sempre carinhoso), percebi que estava no caminho certo.

Por aqui termino com um curto vídeo onde passo nanquim nas tranças.

Grande abraço.
Luciano Salles.
Ilustrações para a coluna do ator Daniel Furlan, publicadas todas as segundas-feira pela Folha de S.Paulo, na Ilustrada
Olá, leitor ou leitora do blog. Tudo bem com você?
Esse mês de agosto foi especial pois foi a primeira vez, desde 2015, que ilustro com frequência semanal para a Folha de S.Paulo. Tive início como ilustrador freelancer do jornal em 18/05/2015 e desde então, comecei atendendo somente o caderno de cultura Ilustrada e aos poucos, fui passando a ilustrar todos os cadernos e até a capa do jornal.
Na noite de sexta-feira, 03/08/2018, fui acordado pelo meu telefone que ainda não havia entrado em modo “não perturbe”. Era minha editora, naquela velocidade das impressoras de uma gráfica, perguntando se eu queria ilustrar uma coluna semanal. Claro que ao acordar, você não entende direito o que está acontecendo e lentamente fui entrando no ritmo da conversa, compreendendo o assunto e no final, topei ilustrar a coluna do ator Daniel Furlan.
Depois que acertamos tudo, veio a breve conversa:
– Mas pra quando você precisa deste desenho?
– Pra amanhã.
– Amanhã? Amanhã cedo vou viajar!
– Uhm, faz agora!
Enfim, mudei o despertador do meu celular para às 2h da manhã e entreguei a primeira ilustração. Parti para minha viagem contente e feliz pela oportunidade.
Reuni os links para você ler os quatro primeiro textos de agosto:
– Recreio da Revolução https://goo.gl/d8knhD
– Evaristo de Macedo https://goo.gl/36Tho2
– Brainstorm https://goo.gl/ghvXYW
Adendo: A coluna do Daniel com meus desenhos não fica liberada para você ler digitalmente mas se fizer um cadastro no site da Folha conseguirá acesso a um bom tanto de matérias por mês. Se esses acessos não forem suficientes, pode assinar o jornal digitalmente ou buscar sua edição na banca, o que é sempre o mais legal de tudo.
Por aqui me despeço.
Um abraço!
Luciano Salles.