Posts

Desenhando e autografando uma edição de EUDAIMONIA
na CCXP17

Olá, tudo bem?

O que estou para publicar desde o término da CCXP17 é sobre uma situação delicada que acontece em convenções de quadrinhos, entre o autor – que também desenha – e o seu leitor, seu fã, seu público ou mesmo alguém que esteja com um caderninho colecionando sketches pelo evento.
Quanto vale um sketch? É justo chegar até a mesa de um(a) artista com um sketchbook e pedir um desenho? Desconsiderar os trabalhos que estão pela mesa e apenas pedir para ele(a) desenhar um batman ou outro personagem?
Sei que isso é recorrente e não tenho a resposta para uma possível equação que solucione esse tipo de pedido, considerando os produtos que a pessoa comprou (ou não) na mesa do(a) artista, o tempo que o(a) artista vai demorar para fazer o desenho, o específico valor daquele trabalho e qual será o destino final daquele desenho.
O que posso fazer é trazer essas questões para o meu mundo, para o que vivo nesta relação direta. Na última CCXP, vendi muitas revistas e prints. Para cada um destes itens vendidos, faço com o maior carinho do mundo um desenho (ou, sketch) e sempre pergunto se posso assinar os prints também. Gosto de fazer o melhor que posso naqueles poucos momentos. Não sou um desenhista tão rápido.
Foto retirada do Facebook de Eduardo Filloy

Entretanto, neste evento, foi a primeira vez que algumas pessoas enfrentaram fila para conseguir um desenho meu em seu caderno. Recebi bem estas pessoas, fiz os sketches e é aí que acontece o dilema: esses desenhos deveriam ser cobrados?

Eu não cobrei por nenhum sketch até porque, não havia uma plaquinha em minha mesa indicando o valor que cobraria por um desenho simples em um caderno, um desenho mais elaborado ou fazer um desenho naqueles quadrinhos com sketch cover (gibis de linha de banca das editoras com capa em branco para seu artista favorito fazer uma capa original e única).
Gibi vendido na CCXP com a capa
do tipo sketch cover

Aliás, para esses gibis com sketch cover, eu sempre aviso que não faço no evento. Se a pessoa quiser, por R$150,00 eu levo o quadrinho para o hotel e faço um trabalho que valha o investimento. Se estiver cansado ou com o tempo curto, trago a revista para meu estúdio aqui em Araraquara, faço o desenho e envio via SEDEX para o cliente.

Se for pensar, eu vivo exclusivamente pelos meus desenhos e quadrinhos, não tenho emprego formal que todo dia X me paga tantos reais como salário então, para cada desenho, eu deveria receber o valor que designei para aquele trabalho. Se seguir essa linha de raciocínio, em eventos, o sketch deveria ser cobrado.

Acredito que com uma simples placa¹ indicando os valores de cada produto da mesa incluindo sketches, desenhos mais elaborados, quadrinhos com sketch cover, os preços das revistas e prints, tudo ficaria mais tranquilo para o(a) artista não ter que se explicar sobre determinada situação. Ainda assim é uma postura delicada pois eu posso fazer deste modo mas muitos outros(as), no Artists’ Alley, não farão desta forma.

¹ Veja a plaquinha de preços do Ben Templesmith.

No canto inferior da foto: placa com os preços de cada item
 que você poderia comprar com o Ben Templesmith.

Existem tantos pontos aqui para serem amarrados que comentários serão muito bem-vindos!

Um abraço.

Luciano Salles.

Olá, tudo bem?
Estou hospedado em SP pois participo da Comic Con Experience e ainda ontem, no evento, foi lançada oficialmente minha nova história em quadrinhos chamada EUDAIMONIA. No meio de todo esse turbilhão deste evento épico, saíram duas pautas bem legais que replico aqui:
Entrevista no Pipoca e Nanquim
Saiu o vídeo com uma entrevista que o pessoal do PN fez comigo e falamos bastante sobre EUDAIMONIA, processos, catarse, salgadinhos “dorodobios” e leopardos. Confira logo abaixo o vídeo que aliás, ficou super divertido. Ah, assine e canal e deixe o seu like!


EUDAIMONIA no UOL

Arte criada pelo UOL
Saiu uma pauta bem legal no site do UOL: CCXP rima com HQ
Uma matéria organizada pelo camarada Ramon Vitral que indicou 5 (cinco) quadrinhos para você procurar no Artists’ Alley da CCXP e EUDAIMONIA está nesta lista. 
Deixo aqui o link para sua leitura e para conhecer os outros fantásticos trabalhos listados pelo Ramon.
Agora vou correr pois a van me espera para ir para a CCXP. Ah! Sempre que quiser deixe seus comentários ?
Forte abraço.
Luciano Salles.
Banner para a CCXP 2017, Luciano Salles
MESA E44

Olá, tudo bem?

Pelo quarto ano consecutivo participo da Comic Con Experience. Este ano, estarei na MESA E44, lançando oficialmente EUDAIMONIA, minha nova história em quadrinhos que foi financiada pelo Catarse.
Até o dia 06/12, pelos meus controles, todos os apoiadores já deverão ter recebido suas recompensas pelo financiamento coletivo, o que me deixa tranquilo para fazer o lançamento oficial, priorizando o apoiadores da campanha.
Enfim, o foco é EUDAIMONIA, mas terei exemplares de Limiar: Dark Matter e O Quarto Vivente, além de alguns originais e prints que estão neste post.
Minha mesa ficará na ponta da Fila E e será fácil de localizar pois ficará bem ao lado do estande das lojas Riachuelo.

Segue lista dos valores de cada produto em minha mesa e antes deixo duas observações:

¹ Para facilitar suas compras serão aceitas vendas no cartão de débito, crédito e parcelamento (em até três vezes) na compra de originais.
² O originais em tamanho A5 poderão ser solicitados sob encomenda no evento. Dependendo da demanda, alguns poderão ser enviados via SEDEX sem custo adicional ao solicitante.


– Quadrinhos

Eudaimonia: R$25,00 LANÇAMENTO!
Limiar: Dark Matter: R$35,00
O Quarto Vivente: R$20,00

– Prints
Tamanho A3: R$20,00
Tamanho A4: R$15,00

– Originais ¹
Tamanho A3: R$650,00
Tamanho A5: R$150,00 ²
Dr. Estranho por Luciano Salles
Ms. Marvel por Luciano Salles
Spider-Man por Luciano Salles
Tetsuo por Luciano Salles
Spider-Man por Luciano Salles
Batgirl por Luciano Salles
Minha ida para a CCXP conta com o apoio cultural de:

Escola Pueri Domus Araraquara
Spline Multimídia
World Game
Mondrian Ambiente
Visual Comunicações


Um abraço e até a CCXP.

Luciano Salles.
Avatar para minhas redes sociais durante o mês de
novembro e CCXP17.

Olá, tudo bem?

Este é um mês de novembro bastante corrido aqui pra mim. Enquanto preparo as recompensas da campanha de financiamento coletivo de EUDAIMONIA, meu novo quadrinho, ao mesmo tempo vou arrumando tudo para mais uma Comic Con Experience.
É uma honra ter participado dos quatro eventos que já aconteceram e estou ainda mais feliz pois vou lançar oficialmente minha nova HQ na Spoiler Night.
Minha ida para a CCXP deste ano tem o apoio da Escola Pueri Domus de Arararaquara, SPLINE Multimídia e World Games.
A organização revelou o mapa do Artists’ Alley e estarei na MESA E44. Ali você vai encontrar meu novo quadrinho EUDAIMONIA, exemplares de O Quarto Vivente e Limiar: Dark Matter além de prints. Ah, vou tentar preparar dois prints novos e exclusivos para essa CCXP.
Mapa das mesas do Artists Alley
Espero você visitar minha mesa para bater um papo, comprar sua edição de EUDAIMONIA ou um print que tenha gostado.
Um abraço e nos vemos no evento!
Luciano Salles.

Pueri Domus AraraquaraSPLINE Multimídia e WorldGame
apoiam minha ida para a CCXP 2017.