Luciano Salles é quadrinista e ilustrador da Folha de S.Paulo.
Autor da histórias em quadrinhos EUDAIMONIA (2017, Publicação independente/Catarse), Limiar: Dark Matter (2015, Publicação independente), L’Amour: 12 oz (2014, Editora MINO), O Quarto Vivente (2013, Publicação independente) e da HQzine Luzcia, a Dona do Boteco (2012, Publicação independente).
Contato: lucianosalles@dimensaolimbo.com

1.3.19

Arte para um rótulo de cerveja premiada!

Jessye N. para o rótulo da cerveja "Opera Jessye N." por Luciano Salles
Olá, tudo bem?

Ano passado fui contratado para fazer a arte de um rótulo para a cervejaria Ópera.

A bebida de nome Opera Jessye N, em homenagem a soprano estado-unidense, Jessye Mae Norman, uma da mais admiradas cantoras contemporâneas de ópera, acabou de ser lançada e faturou o prêmio de melhor IPA sul-americana.
Rótulo finalizado, aprovado e com as especificações para a ce

Após ouvir e assistir ela cantando, fiquei encantado com o perfil eolhos de Jessye, isso é claro, sem contar sua voz. Como não costumo ouvir ópera então, não conhecia a cantora.

Fiz o desenho para o rótulo e não economizei no espaço mesmo sabendo das inúmeras e inúmeras especificações necessárias que a estampa da bebida deve trazer. Deixei o "problema" para a RIMA design, da minha talentosíssima amiga, Marina Amaral, resolver.

O rótulo ficou perfeito, a cerveja ficou pronta e já levou um prêmio (terceiro lugar) como melhor IPA das Américas.
Imagem fornecida pela RIMA.

Para quem se interessa por questões técnicas, seguem as especificações que a cervejaria forneceu para eu inserir e deixar o post mais legal:
Imagem cedida pela cervejaria Ópera.

Nome: Opera Jessye N.
Estilo: BLACK IPA
ABV: 5,5%
IBU: 60

Descritivo breve:  Jessye N. Black IPA é nossa homenagem à cantora lírica Americana, homônima, de voz ímpar e presença marcante!  Essa black India vai te surpreender com um trio bacana no DRY HOP: CITRA, ELLA e MOSAIC, ficou interessante. Água muito bem filtrada e corrigida de sais, ficou uma pegada suave, valorizou o crisp final, mantendo um drinkability interessante. Fermento americano WLP 001 foi a bola da vez, com uma fermentação limpa, só resta sentir os aromas frutados dessa trinca de lúpulos! Saúde!

Lúpulos: Chinook, Centennial na fervura e late hopping; Citra, Mosaic e Ella no dry hop.

Harmonização:  Comida condimentada, linguiças, Hamburgueres e queijos.

Ainda não provei a cerveja mas, logo em breve, haverá um evento de lançamento com uma sessão de autógrafos na Cervejaria Ópera. Estarei lá rabiscando rótulos!

Não sou grande fã de cerveja mas essa quero experimentar legal.

Um abraço!

Luciano Salles.