Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2018

Cable

Imagem
Olá, tudo bem?
Faz 14 dias que não atualizo o blog. Gosto de atualiza-lo semanalmente e a postagem que iria fazer era se havia sido, ou não, aprovado para ter uma mesa na CCXP 2018. A data da divulgação dos selecionados era para ter sido no dia 20/06 mas foi prorrogada e agora somente saberei se participo da Comic Con Experience no dia 10/07.
Decidi então fazer o post com esse Cable ainda em preto e branco. Essa era uma postagem que estava programada para ser feita somente com o desenho já colorido mas, por alguns motivos, decidi antecipar. A causa, discorro logo abaixo.
Sou um desenhista e quadrinista autodidata, que vive em Araraquara, interior do estado de SP, e que tem pouco contato com a maioria dos meus colegas de profissão, que vivem na capital do meu estado, outros na Paraíba, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e tantos lugares diferentes. Enfatizo isso pois ajudaria muito se em um desenho meu ou história, houvesse alguém que, logo de cara, dissesse que aquilo não está legal o…

Vale a pena vincular lançamentos de HQ aos eventos de quadrinhos?

Imagem
Olá, tudo bem?
Por vezes escrevo textos sobre algumas reflexões que faço, sozinho, no meu isolamento interiorano e penso que, por esse aspecto, divulgá-los aqui seja uma boa forma de compartilhar essas análises com você que acompanha o blog.
Depois de participar da 10º edição do FIQ(Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte), comecei a pensar sobre o fato de vários artistas vincularem seus lançamentos aos eventos de quadrinhos. É claro que isso é ótimo pois junta o melhor dos mundos: um livro novinho esperando por consumidores em um evento onde estará o público que compra esse tipo de publicação.
Do ponto de vista do mercado e vendas (somos todos vendedores), é o momento ideal para se lançar um livro. Mas até que ponto isso pode garantir que sua HQ seja um "sucesso" de vendas? O que garante que um gibi venderá bem nesta conjuntura? Somente pelo fato dele ser novinho, cheiroso e estar no meio de muito dos leitores e colecionadores do país?
Os próprios eventos, e…

Iniciativa legal da Câmara Municipal de Araraquara – Vídeo: Sou Arte, com Luciano Salles

Olá, tudo bem?
A Câmara Municipal de Araraquara criou uma iniciativa legal com sua TV Câmara. Convidou alguns artistas da cidade para falar sobre seu trabalho e esses mini programas são exibidos na TV aberta para toda cidade.
O quarto programa foi comigo onde conto um pouco de como é ser artista no interior do estado, falo sobre meus trabalhos, influências e como Araraquara foi fundamental na minha formação pessoal e artística.


Você é algo e por isso saiba que tudo e todos os segundos vividos (bons ou ruins), tiveram suas parcelas na sua formação como o ser humano que é. Existe sua parcela, é claro, afinal, você é você mas se ouviu e entendeu os preceitos do mestre Bruce Lee, "be water, my friend".
Um abraço.
Luciano Salles.

FIQ 2018: Saldão de balanço, encontros e o fiel da balança

Imagem
Olá. Tudo bem?
Somente na física e em condições específicas, como por exemplo na CNTP (para o estudo de gases), é que existem mundos ideais. Mesmo que esteja vivendo uma situação perfeita, um momento único e extremamente agradável, somos naturalmente impelidos, pela nossa ancestral ansiedade, a buscar ou supor que algo possa, de fato, interromper aqueles poucos momentos em que se percebe ser ou estar em estado de felicidade.
No FIQ 2018 foi bem assim. Lutei para simplesmente manter o foco com quem estava ali comigo, naquele exato instante, em alguns poucos segundos acumulados em uma conversa, entrevista, venda ou então, estando comigo mesmo, sentindo a oportunidade de estar ali, presente, naquele que se tornou o melhor evento de quadrinhos que participei.

Um festival que foi cancelado em 2017, perigando não acontecer em 2018 e que então vem bem organizado, com muitos visitantes e artistas expondo seus quadrinhos, ideias e ideais. Poderia listar muitos itens positivos assim como negat…