Juliett-e Manon, cinco anos após O Quarto Vivente.

Olá, camarada. Tudo certo?

Fiz essa peça para a exposição, em homenagem ao artista araraquarense Sebastião Seabra, dentro do XI Território da Arte de Araraquara – Mostra de Artes Visuais.

Fui convidado e pensei em fazer um desenho inédito. Ao primeiro momento e, na postagem anterior, meu rascunho sugeria três personagens. Mas decidi somente por essa pin-up.

Se ficou interessado na história, através da ilustração, já está na hora de você garantir seu álbum O Quarto Vivente.

Forte abraço!

Luciano Salles.






Postagens mais visitadas deste blog

A angústia de um quadrinista da série C

Acionei meu plano B: sendo quadrinista e ilustrador, recomendo ter estratégias nas mangas

De volta ao modelo antigo